Rio 2016 - Remo

Remadores tiveram de recolher os barcos devido a cancelamento das provas deste domingo (7) (Foto: AFP)

RADAR/LANCE!
07/08/2016
09:09
Rio de Janeiro (RJ)

Um adversário forte e inescapável conseguiu vencer todos os competidores do remo, neste domingo (7): o vento na Lagoa Rodrigo de Freitas. Com fortes rajadas (o Centro de Operações da Prefeitura chegou a registrar ventos de 72 km/h na cidade), a organização das provas de remo dos Jogos Olímpicos decidiu cancelar as disputas do dia. Com isso, as repescagens de single e double skiffs foram transferidas para amanhã, ainda sem horário definido.

Desde o início da manhã deste domingo, o vento perturbava o comitê organizador dos jogos. Tanto que, antes do cancelamento, as competições foram adiadas duas vezes. O evento, que teria início às 8h30, foi postergado, primeiro, para as 9h30 e, posteriormente, para as 10h30. As seguidas reprogramações fizeram com que os jornalistas se aglomerassem, lotando a sala de imprensa montada na Lagoa.

Segundo nota oficial da Rio 2016, os ventos fortes impediram o posicionamento  correto das boias que marcam as raias pela Lagoa. A organização informou, ainda, que não haverá reembolso ao público do valor dos ingressos e que todos que compraram entradas serão informados do novo horário das competições por e-mail ou SMS.

As condições climáticas, sobretudo do vento, no Rio têm dificultado os remadores desde o início das provas, no último sábado (6). Um barco sérvio da categoria 2 sem timoneiro chegou a virar na Lagoa Rodrigo de Freitas durante as disputas do último sábado (6).