Kemar Bailey-Cole (foto:AFP)

Kemar Bailey-Cole ainda pretende disputar a seletiva olímpica da Jamaica (foto:AFP)

LANCE!
25/06/2016
21:40
São Paulo (SP)

O zika vírus segue preocupando os atletas de olho nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O velocista jamaicano Kemar Bailey-Cole revelou ter contraído a doença em entrevista ao jornal Gleaner, da Jamaica, neste sábado. Apesar disso, ele ainda pretende disputar a seletiva olímpica de seu país na próxima semana.

O atleta fez parte do revezamento 4x100m jamaicano, que conquistou o ouro olímpico em Londres-2012, e contava com a presença de Usain Bolt.

- Não sabia que eu estava com zika até ir cortar o cabelo. Após me limpar, minha namorada percebeu que eu estava com um inchaço no meu pescoço. Estava com dores nas costas e musculares, mas pensava que era o cansaço por conta dos exercícios. Isso é muito decepcionante.

Bailey-Cole, de 24 anos, pretende disputar a seletiva dos 100m rasos. Além de Bolt, seus principais adversários são: Asafa Powell e Yohan Blake.

O atleta é o atual campeão da prova dos Jogos da Comunidade Britânica (Commonwealth), disputado pela última vez em 2014, na Escócia. Na ocasião, ele faturou os 100m com o tempo de 10s.

- A recuperação não é fácil, porque ainda tenho algumas erupções no meu corpo. Meus olhos doem, mas a coisa boa é que não tenho sentido mais dores musculares - avaliou o jamaicano.

Vale lembrar que por conta do zika vírus, muitos atletas já manifestaram o desejo de não disputar os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O golfista irlandês Rory McIlroy revelou durante a semana que não disputará a Olimpíada por conta do receio de ser contaminado.

A Organização Mundial da Saúde, no entanto, garantiu que o risco de infecção durante a Rio-2016 é muito baixo.