Brasil x Suécia - Futebol

Seleção feminina foi eliminada pela Suécia nos pênaltis (Foto: Paulo Sergio/Lancepress!)

LANCE!
16/08/2016
18:53
Rio de Janeiro (RJ)

A Seleção Brasileira feminina caiu nas semifinais dos Jogos Olímpicos para a Suécia nos pênaltis. Após empatar em 0 a 0 no tempo normal, Andressinha viu seu pênalti parar na goleira sueca e agora o Brasil lutará pela medalha de bronze.

Com uma campanha arrasadora no início - 3 a 0 contra a China e 5 a 1 em cima da própria Suécia -, as meninas passaram perto de serem eliminadas pela Austrália nas quartas, mas levaram a melhor nas penalidades.

O colunista do LANCE! Mario Marra analisou o resultado conquistado pelas brasileiras e comentou sobre a ausência da artilheira dos Jogos Olímpicos Cristiane, que sofreu uma lesão no músculo adutor da coxa ainda na primeira fase e ficou no banco até a prorrogação.

- Acho que a Seleção sentiu a falta da Cristiane, que só entrou na prorrogação,mas estava em um ritmo diferente das outras. Mas as meninas têm um repertório muito pouco variado. A tentativa de elevação da bola na defesa e colocar a bola na área para ver se alguém resolve. Tem muito pouco toque, jogada trabalhada, triangulação.

O jornalista ainda concluiu dizendo que o trabalho de Vadão poderia ter sido mais eficiente. Agora, o Brasil enfrenta o Canadá - que perdeu para a Alemanha - na sexta-feira (19), às 13h.

- Muitas vezes o jogo fica de um lado só, sem conceito de amplitude, alguém aberto rente à linha lateral. Falta um conceito mais moderno de futebol, acho que o Vadão não tirou delas tudo que sabem. Elas podem render mais. O técnico exigiu pouco do que elas podem oferecer - completou.