Lagoa - cancelamento

Prova reagendada do remo: reembolso automático (Foto: JEFF PACHOUD / AFP)

CARLOS ALBERTO VIEIRA
07/08/2016
18:37
Rio de Janeiro (RJ)

O diretor-executivo de comunicação do comitê organizador da Rio-2016 Mario Andrada e Silva confirmou que os torcedores que compraram ingressos para as provas de remo canceladas por causa dos fortes ventos na manhã deste domingo no Rio e que serão reagendadas não precisam se preocupar: não perderão o dinheiro  caso não possam ou não queiram ir ao Estádio de Remo da Lagoa  na nova data do evento.

- O torcedor com o bilhete terá o seu lugar mantido na reacomodação das datas. Mas caso ele não vá por qualquer motivo, será reembolsado automaticamente com crédito no cartão que ele comprou o ingresso - disse.

O remo foi o esporte mais comprometido pela ventania que começou por volta das 10h. alcançou 40km na Lagoa,  o que obrigou o cancelamento das 24 baterias previstas e a estreia de quatro brasileiros Fernanda Ferreira, Vanessa Cozzi Xavier Vela Maggi e Willian Giaretton.

No Parque Olímpico o vento alcançou quase 70km (o pico foi de 72km em Campo Grande)  ocasionando a retirada de centenas de guarda-sóis que protegiam os torcedores nos assentos do Parque de Alimentação, o fechamento da loja oficial dos produtos da Olimpíada (que não abriu durante toda a tarde, pois passou por uma revista técnica no teto para saber se o mesmo corre o risco de cair). Além disso,  a tela que circula o Estádio Aquático acabou rasgada e muitas grandes caíram, tanto dentro quanto fora do Parque Olímpico e também nas duas estações de Metrô (Parque Olímpico e Rio 2).