CARLOS ALBERTO VIEIRA
12/08/2016
19:36
Rio de Janeiro (RJ)

Tricampeã mundial e agora campeã olímpica individual e por equipes, Simone Biles foi a grande atração da entrevista das ginásticas da equipe norte-americana nesta sexta-feira. Embora o evento contasse com a presença das companheiras de equipe Madison Kocian, Laurien Hernandez, Gabby Douglas e Alexandra Raisman, os holofotes estavam todos para a baixinha Biles, de 1m45, que  distribuiu sorrisos e falou de forma tão rápida como as suas piruetas.

 A campeã, que quase sumia no meio da metade dos jornalistas presentes na sala de imprensa,  dizia que estava adorando o assédio, mas ansiosa para fazer uma coisa tão logo saísse da entrevista do COI:

- Está tudo ocorrendo muito rapidamente, estou feliz, mas ainda nem falei meus pais, e com a minha irmã - disse a americana, que teve uma infância pobre e foi criada pelos avós, chamados por ela de pais.

Os jornalistas derramavam elogios, perguntando se ela se julgava uma ginástica perfeita:

- Ninguém é perfeita. Sei que posso melhorar no salto na trave e no solo. Só assim chegarei no lugar mais alto do pódio nestes três aparelhos.

Biles seguiu mantendo a humildade quando a pergunta foi se ela era a nova Nadia Comaneci  e também o grande rosto da ginástica americana na história.

- Vejo apenas como uma fase. Se você voltar no tempo, para os Jogos de 2004, falava-se isso da Carly Patterson, depois vieram outras como a Shaw Johnson. O rosto  é o nosso quinteto aqui. Daqui a alguns anos a ginástica terá uma outra cara. Mas até lá espero me sair bem - disse Biles,  que fazia questão de frisar a importância sua treinadora, Aimee Borman:

- Estou com ela desde os sete anos. É a minha segunda mãe e creio que começamos e terminaremos juntos.

Xodó para as companheiras

Biles rouba tanto a cena que até mesmo a medalhista de prata individual Alexandra Raisman precisou comentar sobre a estrela do time americano,  respondendo que os resultados que ela consegue são tão fantásticos e a sua personalidade tão marcante que todo o time vê  essa  situação como normal e justa. Afinal, além de impecável,  é  Biles quem levanta o moral de todas. 

- Simone está sempre agitada, feliz, brincando. É sempre muito bom ter ela por perto, principalmente em competições tão importantes como Mundiais e Jogos Olímpicos. Quando uma garota está tensa, nervosa é só a Simone aparecer para  tudo ficar leve e divertido.