LANCE!
20/08/2016
17:45
São Paulo (SP)

O principal acontecimento esportivo da tarde deste sábado, penúltimo dia de competições da Rio-2016, foi o chocolate aplicado pela seleção feminina de basquete dos Estados Unidos. As estadunidenses fizeram nada mais nada menos do que 101 a 72 para cima da Espanha, na final, e ficaram com a medalha de ouro. 

A nota negativa da tarde ficou por conta da vexatória postura de atletas australianos. Conforme anunciado neste sábado pela polícia, os australianos foram multados em R$ 10 mil cada e tiveram passaportes retidos por falsificarem documentos na noite de sexta. A intenção dos atletas era entrar no jogo semifinal entre Sérvia e Austrália, pelo torneio masculino de basquete.

Confira o que de melhor rolou:

Taekwondo
O brasileiro Maicon Siqueira segue na briga por uma medalha na categoria acima de 80kg do taekwondo. Na tarde deste sábado, ele perdeu para Abdoulrazak Issoufou Alfaga, do Níger, pelas quartas de final. Como o nigerino avançou à final, Maicon entrará na disputa por um bronze via repescagem.

Ginástica rítmica
Sem muita tradição na modalidade, a equipe brasileira de ginástica rítmica ficou de fora das finais. Ainda assim, fez uma apresentação com poucos erros e, ao som de um remix de MPB, levantaram o público presente nas arquibancadas.

Basquete
Conforme já era esperado, a seleção dos Estados Unidos venceu a Espanha na final do torneio feminino de basquete e ficou com a medalha de ouro. A curiosidade ficou por conta do placar: 101 a 72. Com extrema facilidade em quadra, as estadunidenses conseguiram incríveis 29 de vantagem no marcador.

Handebol
A Rússia conquistou o título do torneio feminino de handebol da Rio-2016. A inédita medalha de ouro saiu após vitória por 22 a 19 em um jogo equilibrado contra a França. Algoz do Brasil nas quartas de final, a Holanda foi derrotada pela Noruega na decisão pelo bronze.

Futebol
Em jogo que antecedeu a final entre Brasil e Alemanha pelo torneio masculino de futebol, a Nigéria venceu Honduras por 3 a 2 e ficou com a medalha de bronze na Rio-2016. Chama atenção o fato de os africanos terem aberto 3 a 0 sem muita dificuldade e, já no fim da partida, depararem com uma repentina reação do time da América Central.