Luis Fernando Coutinho
10/08/2016
08:05
Rio de Janeiro (RJ)

Brasileiro mais prestigiado do boxe na Olimpíada Rio-2016 devido a sua terceira participação em competições olímpicas, Robenilson de Jesus teve seu triunfo na estreia bastante festejado. Ele bateu o argelino Fahem Hammachi na decisão dividida, agora encara a joia americana Shakur Stevenson, de 19 anos e classifica o duelo como um encontro da juventude contra a experiência.

Após o triunfo na primeira luta, Robenilson projetou o duelo contra Shakur e afirmou esperar uma a vantagem em relação ao nervosismo do rival, que faz sua estreia em olimpíadas.

- Lá em cima do ringue não tem favorito. Será a juventude contra a experiência. Eu tenho 28 anos, estou em uma Olimpíada, dentro de casa. E isso é uma coisa que me motiva cada vez mais a buscar o resultado. Ele vem para a estreia. Ele deve sentir um pouco o frio na barriga, estou lutando em casa - avaliou Robenílson, que também competiu em Londres-2012 e Pequim-2008.  

O atleta brasileiro também analisou o duelo de estilos e disse até que já vinha estudando o jogo de Stevenson antes mesmo de saber que enfrentaria o rival neste domingo, pelas oitavas de final da competição. 

-  Ele é canhoto, estou estudando ele já. Eu estudei mais ele do que o argelino, para falar a verdade. Acho que vai ser uma luta muito boa, todo mundo vai gostar. Infelizmente, teria que ser (uma luta) na final pelo fato de sermos atletas de alto nível. Mas vou estar preparado para subir ao pódio. Pelo nível dos atletas, estamos tendo muitas finais antecipadas. É uma luta atrás da outra, vou de degrau em degrau. Meu maior objetivo é o pódio - explicou.