Marcelo Laguna
29/07/2016
17:47
Rio de Janeiro (RJ)

Após o susto que ocorreu na tarde desta sexta-feira, com o princípio de incêndio de em seu prédio, a Austrália acertou com o Comitê Organizador Rio-2016 que na noite desta sexta-feira haveria a permanência de um bombeiro por andar no prédio 23, onde a delegação australiana está hospedada.

A maior reclamação dos dirigentes australianos foi que o ruído do alarme acionado após a fumaça que começou no subsolo subir pelo prédio estar abaixo do que eles consideram adequado. Neste sábado, haveria um novo teste de alarme para os australianos dizerem que está de acordo com os padrões de segurança que eles entendem ser adequados.

Nesta sexta-feira, segundo relatos, uma bituca de cigarro atirada em uma caixa na garagem teria causado um princípio de incêndio no prédio da Austrália e fez com que o local se enchesse de fumaça por conta do sistema de exaustão.

Dessa forma, o prédio australiano foi parcialmente evacuado, e caminhões de bombeiros foram mobilizados até o local. Uma assessora de imprensa do Comitê Rio-2016 se dirigiu à Vila para buscar mais informações sobre o problema.

- Houve um pequeno incêndio em uma caixa de papelão no segundo subsolo do prédio. A exaustão levou esse cheiro para cima. É uma área de transição de funcionários, então, não sabemos como o fogo começou. Aí ficou o cheiro de queimado e o prédio foi parcialmente evacuado - disse a assessora, que completou:

- O chefe da delegação explicou para o grupo o que aconteceu e liberou a entrada dos atletas de volta para o prédio. Mesmo sendo um incêndio pequeno, eles foram até lá. Foi uma coisa muito simples.

* Nota atualizada às 21h16