Giovane Grávio

Em visita ao Parque Olímpico, Giovane revê a tocha olímpica que conduziu (Foto: William Lucas/Inovafoto/Bradesco)

Felipe David
12/08/2016
18:24
Rio de Janeiro (RJ)

Bicampeão olímpico no vôlei em Barcelona-1992 e Atenas-2004, Giovane Gávio foi o primeiro brasileiro a conduzir a tocha olímpica nesta edição do maior evento esportivo do mundo, ainda na Grécia, no dia 21 de abril. Em visita ao Parque Olímpico, nesta sexta-feira, reencontrou o símbolo do revezamento. E destacou a dificuldade em se disputar uma Olimpíada, principalmente na condição de anfitrião dos Jogos.

Giovane acredita na evolução do rendimento das equipes masculinas, tanto de quadra quanto a de praia.

- Eu tenho a convicção de que chegaremos lá na frente com grande possibilidade de medalhas e de que ouviremos o hino nacional em mais de uma oportunidade. No masculino de praia nós passamos algumas dificuldades, mas talvez tenha sido bom, porque eles cresceram. No feminino, estamos bem consistentes, mantendo o que já fazemos há um tempo. Na quadra, as duas seleções são extraordinárias. O caminho do masculino é um pouco mais difícil e tenho fé de que chegaremos lá na frente muito bem - destacou o ex-atleta.

- Hoje, eu tive um dia diferente na minha rotina. Eu estava sempre dentro das arenas, dos ginásios, e esta foi a primeira vez que conheci o Parque Olímpico desde o início dos Jogos. Foi emocionante ver tudo aquilo pronto - completou Giovane.