Rafael Valesi
23/05/2016
16:34
São Paulo (SP)

O esporte paralímpico brasileiro deu um grande salto nesta segunda-feira, com o início das atividades do Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo. O complexo esportivo foi erguido para ser o principal local de preparação de atletas paralímpicos de alto rendimento de 15 modalidades, entre elas atletismo e natação.

O espaço será utilizado na reta final de treinamentos dos atletas brasileiros para os Jogos Paralímpicos Rio-2016, em setembro. No entanto, a expectativa é que o centro de treinamento comece a dar seus frutos e ajudar na formação de novos atletas e no desenvolvimento de competidores da elite mais no futuro, principalmente para a Paralimpíada de Tóquio, em 2020.

Veja abaixo um raio-X do Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, e conheça todos os detalhes da instalação.

Localização
O complexo esportivo fica às margens da Rodovia dos Imigrantes, no quilômetro 11,5, em São Paulo. A instalação faz parte do Parque Fontes do Ipiranga. A construção começou a ser erguida em dezembro de 2013. O prazo inicial de entrega era até abril de 2015.

Valor das obras
O centro de treinamento teve um custo total de R$ 264,7 milhões, sendo R$ 145 milhões do governo federal, e R$ 119,7 milhões do governo estadual.

Valor dos equipamentos
Outros R$ 24 milhões foram gastos na compra de equipamentos e materiais esportivos para o centro. A conta também foi dividida entre o governo federal (R$ 20 milhões) e o governo estadual (R$ 4 milhões).

Modalidades contempladas
O Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro abrigará 15 modalidades paralímpicas: atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha, esgrima em cadeira de rodas, futebol de 5, futebol de 7, goalball, halterofilismo, judô, natação, rúgbi, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas, triatlo e vôlei sentado.

Instalações esportivas principais
- Duas pistas de atletismo: uma a céu aberto e com certificado internacional da Iaaf, e outra coberta (indoor)
- Centro aquático totalmente coberto, com uma piscina olímpica (50m) e outra semi-olímpica (25m)
- Campo de futebol de 7
- Campo de futebol de 5
- Quadras de tênis
- Ginásio com espaços para tênis de mesa, goalball, judô, esgrima e bocha
- Quadras de vôlei, basquete, poliesportiva e campo de rúgbi, todos cobertos

Instalações esportivas complementares
- Centro de Medicina e Ciência do Esporte
- Salas de fitness e halterofilismo
- Alojamento para 280 pessoas
- Salas de apoio e vestiários

Outras instalações
- Refeitório
- Lavanderia
- Lanchonete
- Praça de eventos