LANCE!
08/08/2016
19:00
São Paulo (SP)

A tarde desta segunda-feira foi, com certeza, o período mais importante para o Brasil nos Jogos Rio-2016 até aqui. Isso porque a judoca Rafaela Silva venceu suas lutas pela semifinal e pela final e conquistou o primeiro ouro brasileiro na Olimpíada.

Vale destacar alguns pontos não tão positivos, no entanto. Foi revelado um esquema ilegal de venda de ingressos para alguns eventos da Rio-2016. Ainda mais grave foi a denúncia de estupro feita por uma camareira que resultou na prisão do pugilista Jonas Junias.

Confira abaixo mais detalhes sobre a conquista de Rafaela Silva e outras informações sobre os Jogos:

Judô
Rafaela Silva foi a primeira atleta a levantar a torcida brasileira na atual edição dos Jogos por conta de uma medalha de ouro. A judoca carioca bateu a mongol Sumiya Dorjsuren na final, na Arena Carioca 2, e se sagrou campeã olímpica. Ela se emocionou após a conquista e dedicou o feito às crianças de comunidades.

Futebol
A Seleção feminina, que vem dando show na primeira fase do torneio de futebol na Rio-2016 até o momento, pode sofrer uma baixa considerável. Principal referência no ataque, Cristiane é dúvida para a sequência da competição. A CBF divulgou um comunicado oficial constatando que a maior artilheira da história do futebol em Jogos Olímpicos (14 gols) está lesionada.

Handebol
As meninas do handebol brasileiro voltaram a fazer bonito no Rio de Janeiro. Após estrearem com vitória diante da Noruega, foi a vez das donas da casa atropelarem a Romênia (bronze em Londres-2012) por 26 a 13. Destaque para a torcida também, que entoou cânticos à lá NBA e fez sua parte para empurrar a equipe do Brasil.

Canoagem Slalom
O Brasil sofreu um revés na canoagem slalom. A mineira Ana Sátila Vargas acabou eliminada na eliminatória do K1 (caiaque individual), ficando de fora das semifinais. Ela findou sua participação na Rio-2016 em 17º lugar.

Ginástica artística
O Japão conquistou o título olímpico na ginástica artística por equipe. Os brasileiros pecaram no solo e acabaram apenas em sexto lugar. Completaram o pódio os times da Rússia e da China. Vale destacar que os chineses eram os atuais campeões, por terem ficado com o ouro em Londres-2012.

Boxe
O pugilista peso-pesado Juan Nogueira foi o único representante do Brasil no dia do boxe olímpico. Ele, que havia vencido seu duelo na primeira rodada da modalidade, acabou derrotado pelo campeão mundial Evgeny Tishchenko, da Rússia, em decisão unânime dos juízes.

Rúgbi
Já eliminadas por conta dos reveses nas duas primeiras partidas dos Jogos, as brasileiras do rúgbi brasileiro conseguiram se recuperar na disputa pelo nono lugar na classificação geral (que dá vaga no Mundial de Sevens). Bateram a Colômbia por 24 a 0 e o Japão por 33 a 5, garantindo a nona colocação.

Natação
O Brasil conseguiu um bom resultado nas águas da Rio-2016: Manuella Lyrio bateu o recorde sul-americano na prova de 200m livre, com 1m57s28, obteve o 14º melhor tempo e se classificou à semifinal. O destaque da prova foi a estadunidense Katie Ledecky, sensação da natação feminina na Olimpíada até aqui: ela fez 1m55s01 e se classificou com folga em primeiro lugar.

Vôlei de praia
Uma das grandes favoritas ao ouro na Rio-2016, a dupla brasileira formada por Bruno Schmidt e Alison foi derrotada para os austríacos Clemens Doppler e Alexander Horst na Praia de Copacabana. O triunfo dos gringos foi por 2 sets a 1, com parciais 31/21, 16/21 e 15/13. Os brasileiros farão agora uma espécie de confronto direto com os italianos Raurich e Ranghieri para avançarem ao mata-mata.

Vela
O Brasil não teve um bom início na vela na Rio-2016. Com cinco medalhas no histórico, Robert Scheidt terminou o primeiro dia de regatas em sétimo lugar na classe laser. Na primeira prova, foi apenas o 23º colocado, mas conseguiu se recuperar e fez o melhor tempo na segunda etapa. A brasileira Patricia Freitas, por sua vez, fez o sexto melhor tempo e foi o destaque do país na classe RS:X.

Tênis de mesa
O brasileiro Hugo Calderano não conseguiu avançar às quartas de final. Ele foi derrotado por 4 sets a 2 pelo japonês Jun Mizutani e está eliminado dos Jogos Rio-2016. Vale destacar, contudo, que, ao chegar às oitavas, ele igualou Hugo Hoyama com a melhor campanha de um brasileiro na modalidade nas Olimpíadas.