Eduardo Paes, prefeito do Rio (Foto: JM Coelho/RMC)

Eduardo Paes, prefeito do Rio (Foto: JM Coelho/RMC)

Igor Siqueira
23/08/2016
12:04
Rio de Janeiro (RJ)

Passados os Jogos Olímpicos, o prefeito do Rio, Eduardo Paes, fez nesta terça-feira um balanço de toda a operação da cidade durante o período. Com a costumeira pitada de ironia, Paes comemorou o fato de o Rio de Janeiro não ter registrado nenhum caso de zika, ao contrário do que foi alarmado pela imprensa internacional. Paes ainda alfinetou uma famosa cidade dos Estados Unidos.

- Nenhum caso de zika no Rio de Janeiro durante os jogos. Não resisto a esse comentário. Ninguém se negou a tratar esse assunto, mas o grau de alarmismo de alguns setores da área da saúde, inclusive, levou a população a imaginar que seriam carregados por mosquito. Foi muito mais seguro ficar no Rio do que ir para Miami - disse Paes, em alusão à crescente infecção de zika nos Estados Unidos, especialmente na Flórida.

"Zika", inclusive, foi o grito provocador da torcida brasileira a cada vez que a goleira da seleção feminina dos Estados Unidos, Hope Solo, tocava a na bola no torneio de futebol. Afinal, Solo fez uma brincadeira nas redes sociais que não foi muito bem digerida: ela postou uma foto toda protegida contra mosquitos e com repelente na mão.

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, também participou da coletiva de balanço dos Jogos e pontuou o bom resultado sobre infestação dos casos.

- Por certo, muita gente ficou preocupada com esse tema. E nenhum caso foi registrado - disse Padilha.

O prefeito do Rio ainda comemorou o sucesso geral dos Jogos.

- Sempre ouvimos que o Brasil e os cariocas são marcados pelo jeitinho, improviso. Os Jogos Olímpicos mostraram mais do que isso: capacidade de planejamento, organização, trabalho sério. Nossa capacidade de resolver problemas com agilidade é uma característica muito importante, mas o sucesso dos Jogos é fruto de uma competência de um povo incrível - afirmou.