Venda de ingressos Rio-2016

Pessoas retiram ingressos para os Jogos da Rio-2016 (Foto: Felipe Domingues)

RADAR/LANCE!
08/08/2016
13:53
Rio de Janeiro (RJ)

A Polícia Civil do Rio de Janeiro descobriu um 'novo' esquema de venda ilegal de ingressos para as competições da Rio-2016. A exemplo do que aconteceu na Copa do Mundo de 2014, uma quadrilha de São Paulo está comercializando tíquetes do megaevento sediado no Brasil. 

A diferença em relação ao esquema feito na Copa do Mundo é que desta vez a quadrilha é maior, segundo informação publicada pelo portal UOL. Eles ainda têm acesso privilegiado aos ingressos, que posteriormente são revendidos por um preço muito acima do original. Na lei brasileira, a prática é classificada como crime de cambismo.  

Ainda de acordo com a publicação, o envolvimento dos empresários, donos de agências de viagem e o diretor de uma empresa parceira da Fifa, detidos durante a Copa do Mundo no Brasil, não foi confirmada. 

Na última sexta-feira, a Polícia Civil do Rio prendeu em flagrante um dos possíveis envolvidos. Trata-se de um irlandês que foi encontrado com dezenas de entradas para eventos olímpicos, inclusive de pacotes de hospitalidade. No hotel em que o homem se hospedou, na Barra da Tijuca, policiais colheram depoimentos de torcedores que comprariam ingressos com ele. 

No dia seguinte à cerimônia de abertura da Rio-2016, a Justiça do Rio decretou a prisão preventiva de outras dez pessoas. Em depoimento, os suspeitos confessaram fazer parte de uma quadrilha especializada na venda ilegal de ingressos.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro não forneceu mais detalhes sobre a investigação, no entanto, confirmou que os esquemas estão sendo apurados. Ciente sobre a fraude, o Comitê Organizador Rio-2016 informou que irá colaborar com as investigações.