maria lenk, agua verde

Uma das piscinas do Maria Lenk terá troca parcial das águas (foto:AFP)

CARLOS ALBERTO VIEIRA
13/08/2016
11:56
Rio de Janeiro (RJ)

Rio-2016 confirma que trocará parte da água do Maria Lenk na noite deste sábado,  após as competições. Trata-se de uma medida radical para atenuar o efeito da Água Verde para as provas do nado sincronizado, que começa neste domingo e necessita de uma água cristalina para que os juízes possam analisar a técnica dos atletas debaixo da água.

A ideia de esvaziar a piscina era considerada inviável até a noite de sexta feira, pois segundo o COI, para esvaziar e encher as piscinas seria preciso de poito dias para todo o procedimento.

- Não daria tempo. Por isso optamos pela retirada de uma parte da água - disse do diretor executivo da Rio-2016, Mário Andrada.

O Rio-2016 confirmou  que na tarde deste sábado ocorrerá no Maria Lenk uma entrevista com especialistas para comentarem sobre os procedimentos.