Alberto Contador (Foto:PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP)

Alberto Contador concedeu entrevista nesta terça-feira na Espanha (Foto:PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP)

LANCE!
12/07/2016
20:57
São Paulo (SP)

Após diversos nomes importantes do basquete, do futebol e do golfe anunciarem que não disputarão os Jogos Olímpicos Rio-2016, o evento deverá sofrer mais um desfalque importante, desta vez no ciclismo.

Ontem, o espanhol Alberto Contador, bicampeão da Volta da França em 2007 e 2009, anunciou que dificilmente competirá nas provas de estrada e de contrarrelógio na Cidade Maravilhosa, no próximo mês.

O ciclista de 33 anos abandonou a atual edição da Volta da França no último domingo, após a realização da nona etapa, por lesão. Ele sofreu quedas nas duas primeiras etapas da competição. Contador também teve febre no tour, e decidiu desistir.

– Sobre a Olimpíada, é praticamente impossível que eu participe. A questão não é se eu vou me recuperar a tempo, mas se eu poderei competir em alto nível – disse Contador ontem em Madri, na Espanha, após ser submetido a exames.

Os médicos que analisaram o ciclista espanhol concluíram que o competidor precisará de quatro semanas para se recuperar das lesões, que incluem rupturas musculares na coxa esquerda, além de hematomas no ombro direito.

Assim, Contador só estaria recuperado na segunda semana de agosto, já com a Olimpíada em andamento – os Jogos começam no dia 5.

– A ausência será um baque, pois a Olimpíada era o meu segundo maior objetivo no ano, depois da Volta da França – disse o ciclista, que não competiu nos Jogos de Londres-2012 por estar suspenso por doping.

Com isso, os Jogos Rio-2016 devem sofrer mais uma perda em termos de atrativos para os fãs. O evento já não terá nomes do Dream Team do basquete dos Estados Unidos, como LeBron James e Stephen Curry, assim como astros do golfe, como o americano Jordan Spieth e o norte-irlandês Rory McIlroy. No Brasil, a maior baixa é Cesar Cielo, que não se classificou na natação.

Já no futebol, as baixas ficam entre três craques do cenário internacional: Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Zlatan Ibrahimovic. Seus respectivos países, Argentina, Portugal e Suécia, disputarão a medalha de ouro no Rio.