Atletas competem na prova dos 110m com barreiras em Paris (Foto: Acervo COI)

Atletas competem na prova dos 110m com barreiras em Paris (Foto: Acervo COI)

LANCE!
13/07/2016
08:05
São Paulo (SP)

Inconformado com o fracasso dos Jogos de 1900, em Paris, o francês Barão de Coubertin, criador das Olimpíadas da Era Moderna, levou novamente o evento para a capital do seu país e precisou de muito empenho para convencer o COI (Comitê Olímpico Internacional) de que a cidade tinha capacidade de fazer um grande evento. Paris venceu Amsterdã e Los Angeles na disputa.

O nadador americano Johnny Weissmuller, de 20 anos, ganhou três medalhas de ouro na natação e uma de bronze no polo aquático e foi um dos destaques dos Jogos. Mais tarde, ele ficou famoso atuando como Tarzan em 12 filmes de Hollywood (veja abaixo).

O corredor finlandês Paavo Nurmi ganhou cinco medalhas de ouro, para somar às três que havia ganho em 1920. Seu desempenho mais espetacular ocorreu em 10 de julho. Primeiro, ele venceu com facilidade os 1.500m e, em seguida, apenas 55 minutos depois, ele voltou para a pista para ganhar a prova dos 5.000m.

Os Jogos de Paris-1924 foram imortalizados no filme ganhador de quatro Oscars, "Carruagens de Fogo" (veja o trailer abaixo), de 1982, sobre os corredores britânicos Eric Liddell e Harold Abrahams. Esse último venceu a prova dos 100m, a mais charmosa do atletismo, pondo fim a uma invencibilidade americana na distância. A música tema virou o hino de todos os corredores.

A nadadora americana Gertrude Ederle faturou a medalha de ouro na prova de revezamento 4x100m livre e a de bronze nos 100m e nos 400m livre. Mas ela ficaria famosa por uma façanha que faria dois anos mais tarde, em 1926, quando se tornou a primeira mulher a atravessar o Canal da Mancha, batendo o recorde do italiano Enrique Tiraboschi, com a marca de 14h39min.

Pela primeira vez, os Jogos tiveram uma espécie de Vila Olímpica, com a construção de várias casas de madeira, que abrigaram mais de 3 mil atletas.