Igor Siquera
20/05/2016
17:55
Rio de Janeiro (RJ)

O ministro do Esporte, Leonardo Picciani, fez nesta sexta-feira uma visita ao Parque Olímpico do Rio, que receberá diversas competições da Rio-2016. Picciani, além das Arenas do Futuro e Carioca e do Parque Aquático, esteve também no Velódromo, que é a obra mais problemática e atrasada a quase dois meses para início dos Jogos. Mas não adotou discurso de preocupação.

- A expectativa é a mais positiva possível. Pudemos verificar que a maioria dos equipamentos está pronta para os Jogos. O que ainda não estão, a fase é finalíssima de obras e ajustes. O Velódromo, que é o mais distante da conclusão, está com 88% da obra e será entregue em junho. Temos a confiança renovada - afirmou Picciani.

Em fase de reformulação da equipe ministerial, já que assumiu uma semana atrás, Leonardo Picciani confirmou que o desejo é reservar a secretaria de Alto Rendimento para um ex-atleta. Bernard Rajzman, ex-jogador de vôlei, rejeitou o convite.

- Fizemos um convite ao Bernard, mas em razão dos compromissos com o COI ele não pode participar. O convite é para um atleta olímpico. Estou conversando com uma pessoa específica. No início da semana tem uma reunião. Se der certo, anunciaremos- completou Picciani, ressaltando que o quadro técnico do Ministério não será alterado:

- Vai ficar absolutamente toda a equipe de técnicos que estavam na gestão do projeto olímpico. as mudanças serão pontuais, apenas nas funções de confiança, gerenciais, nas secretarias nacionais. O corpo técnico permanece inalterado. Os consultores são os mesmos. Estamos em fases de ajustes finais, conclusão do projeto.