Arena Carioca 1

Eduardo Paes, de cadeira de rosas, ao lado de Nuzman, Marcel, Janeth e Hortência na abertura da Arena Carioca 1 (Foto: Bernardo Cruz)

Bernardo Cruz
12/01/2016
18:59
Rio de Janeiro (RJ)

O Rio de Janeiro vai ganhando cada vez mais a cara da Olimpíada. Nesta terça-feira, foi aberta no Parque Olímpico, na Zona Oeste da cidade, a Arena Carioca 1, que vai abrigar a disputa do basquete na Olimpíada e Paralimpíada, além do rúgbi em cadeira de rodas.

O prefeito Eduardo Paes, que esteva em uma cadeira de rodas devido a um acidente sofrido na festa de fim de ano, estava acompanhado do presidente do Comitê Organizador Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, e dos ex-atletas Hortência, Janeth e Marcel, e dos jogadores de basquete paralímpico Leandro Miranda e Lia Martins.

Satisfeito com a abertura da arena, Paes tratou o espaço como a menina dos olhos do Parque Olímpico. Na avaliação do prefeito, o local pagará o custo dos demais complexos construídos no local para a Olimpíada.

- É um dia de muita felicidade. Abrir uma arena com 18 mil lugares e que não deixa a desejar a nenhuma do mundo. Dedico essa vitória a todos os aqui presentes. É uma arena que tem muita importância pois o que vamos arrecadar com ela vai pagar todas as outras do Parque Olímpico. Vamos fazer um modelo de gestão como o da HSBC Arena. Não vamos deixar elefantes brancos. É uma Olimpíada diferenciada e de sustentabilidade - afirmou.

Carlos Arthur Nuzman também mostrou muita empolgação com a conclusão da Arena Carioca 1. O presidente do Comitê Organizador Rio 2016 ressaltou que as obras estão dentro do prazo mesmo com alguns problemas pontuais.

- Estamos com todas as instalações praticamente prontas. Os Jogos serão maravilhosos. É uma alegria enorme estar aqui ao lado dessas estrelas. A Hortência e a Janeth são símbolos do esporte. É uma honra estar aqui. Fico muito feliz. Mandei fotos da arena para dirigentes da FIBA (Federação Internacional de Basquete) para mostrar que esse local não deve em nada as quadras da NBA - afirmou.

Arena Carioca 1
Presentes jogam pelada de basquete (Foto: Bernardo Cruz)


O local realmente chamou a atenção até mesmo de Hortência, que revelou a vontade de vestir o uniforme e jogar:

- Quando entrei nesse ginásio, me veio uma sensação...Pensei: "uau". Poderia voltar a jogar... Essa quadra joga pela gente, é de primeiro mundo. Até brinquei, poxa, na minha época não tinha isso...Está nota 20. Vamos torcer para dar tudo certo nas Olimpíadas - declarou.

O evento-teste da série Aquece Rio acontecerá de sexta a domingo, quando acontece o Torneio Internacional de Basquete Feminino. Além do Brasil, Argentina, Austrália e Venezuela vão se enfrentar no local. O evento não será aberto ao público.