RADAR/LANCE!
03/08/2016
19:53
Rio de Janeiro (RJ)

Durante o período dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, no Rio de Janeiro, médicos - em sua maioria cirurgiões de trauma - estão sendo mobilizados como voluntários caso haja um evento com múltiplas vítimas.

- Estamos muito preocupados com a possibilidade de ocorrer um evento que envolva um grande número de vítimas e que a estrutura pública não tenha número suficiente de profissionais. Portanto, caso haja necessidade de aumentar o contingente de médicos disponíveis, os associados da SBAIT poderão se deslocar para o Rio de Janeiro para ajudar voluntariamente - disse José Mauro Rodrigues, vice-presidente da SBAIT (Sociedade Brasileira de Atendimento Integrado ao Traumatizado).

Para agilizar a comunicação, a entidade reativou um grupo no WhatsApp com médicos de todo o país. Este grupo foi montado, com o mesmo propósito, na Copa do Mundo de 2014. Em situações mais críticas, a SBAIT também poderá organizar médicos do Brasil e do mundo através da telemedicina.

Segundo ele, há uma grande estrutura montada nos locais dos jogos, mas eventos com múltiplas vítimas podem acontecer também fora desses ambientes, como é o caso de uma ocorrência de trânsito.

- Se muitas vítimas precisarem de atendimento hospitalar, temos um grande receio de que a saúde pública não terá condições de atender. Por isso, é importante contarmos com a ajuda de profissionais experientes em Trauma - encerrou.