LANCE!
15/08/2016
18:22
São Paulo (SP)

O principal acontecimento desta tarde de segunda-feira na Rio-2016 para o torcedor brasileiro foi, sem dúvida, a conquista da medalha de prata pelo ginasta Arthur Zanetti, na prova de argolas da ginástica artística. Triunfos no vôlei de praia e no basquete também animaram a torcida verde-amarela.

Um nota triste, no entanto, tem de ser registrada: uma câmera despencou no Parque Olímpico e feriu ao menos sete pessoas. O acidente ocorreu entre as Arenas 1 e 2.  Ao LANCE!, as vítimas relataram o susto com a queda do objeto.

Confira os principais acontecimentos da Rio-2016 nesta tarde de segunda:

Vela
Martine Grael e Kahena Kunze, brasileiras da classe 49erFX na vela da Rio-2016, chegaram em terceiro lugar na oitava regata, disputada nesta segunda-feira, na Baía de Guanabara, e assumiram a liderança na classificação geral. Na prova seguinte, disputada logo em seguida, elas ficaram em 11º e portanto terminaram o dia na terceira posição geral. Restam mais três regatas a serem disputadas na Rio-2016.

O bicampeão olímpico Robert Scheidt, que não tem mais chances de prata nem ouro, teve sua prova adiada para a tarde desta terça-feira por conta de falta de vento. Ele luta por uma combinação de resultados para tentar a medalha de bronze.

Ginástica artística

O brasileiro Arthur Zanetti conquistou a medalha de prata na prova de argolas na ginástica artística. Com uma boa apresentação, ficou com a nota 15,766, atrás apenas do grego Eleftherios Petrounias, que foi praticamente perfeito e conseguiu nota 16,000 dos juízes. Vale lembrar que esta é a segunda medalha olímpica de Zanetti: em Londres-2012, ele foi ouro também nas argolas.

Entre as mulheres da ginástica artística, o Brasil não conseguiu subir ao pódio nesta segunda. Uma das favoritas na prova de trave, Flávia Saraiva, de apenas 16 anos e 1,33m, conquistou nota 14,544 e ficou em quinto lugar. A medalha de ouro ficou com a holandesa Sanne Wevers, que tirou nota 15,466. Sensação da Rio-2016, a estadunidense Simone Biles ficou com o bronze.

Polo aquático
A Seleção Brasileira feminina de polo aquático fez história ao chegar à fase quartas de final da modalidade, feito até então inédito nos Jogos Olímpicos. O sonho de dar passos ainda mais largos, no entanto, se encerrou nesta segunda-feira. O Brasil foi derrotado por 13 a 3 para os Estados Unidos, atuais campeões olímpicos.

Basquete
A Seleção Brasileira masculina fez sua obrigação nesta última rodada da fase de grupos do basquete olímpico: bateu a lanterna Nigéria por 86 a 69 e, agora, aguarda o restante dos resultados do dia para saber se avança ou não à próxima fase. A única possibilidade de o Brasil seguir vivo na Rio-2016 é a Argentina vencer a Espanha em duelo que começa às 19h. Caso isso aconteça, os comandados de Rubén Magnano encaram os Estados Unidos nas quartas de final.

Vôlei de praia
O Brasil garantiu mais uma dupla nas semifinais do torneio de vôlei de praia. Desta vez, o trunfo ficou por conta dos homens: Alison e Bruno venceram os estadunidenses Philip Dalhausser e Nicholas Lucena por 2 sets a 1, com parciais de 21-14, 12-21 e 15-9. No torneio feminino, Talita e Larissa e Ágatha e Barbara já haviam garantido classificação no último domingo.

Handebol
A Seleção Brasileira masculina de handebol fez sua pior exibição na Rio-2016 ao perder para a Suécia por 30 a 19 na tarde desta segunda-feira. Vale destacar que os suecos eram os últimos colocados do grupo e não haviam vencido ninguém até então. Ao menos o Brasil já estava classificado para a fase quartas de final.

Saltos ornamentais
O Brasil conseguiu se garantir nas semifinais dos saltos ornamentais. Na prova eliminatória do trampolim de três metros desta segunda-feira, César Castro garantiu a 14ª melhor nota mesmo errando um salto e avançou à próxima fase da competição. A pontuação do brasileiro foi de 398,85.