LANCE!
11/08/2016
18:34
São Paulo (SP)

A grande notícia olímpica do período da tarde desta quinta-feira é, sem dúvida, a conquista da medalha de bronze da judoca brasileira Mayra Aguiar. Não bastasse colocar o Brasil no pódio da Rio-2016, ela se tornou a primeira mulher do país a conseguir duas medalhas em modalidade individuais - já havia sido terceira colocada nos Jogos de Londres, em 2012.

Nem só medalhas, lutas e jogos no entanto, vêm marcando a Rio-2016. Uma reportagem publicada pelo Blog De Prima noticiou o furto de ao menos R$ 400 mil em equipamentos fotográficos na Vila Olímpica. Profissionais da área desconfiam da atuação de uma quadrilha infiltrada no maior evento esportivo do planeta.

Confira abaixo o que de melhor rolou na tarde desta quinta-feira na Rio-2016:

Judô
Mayra Aguiar foi o grande nome da tarde brasileira nos Jogos Rio-2016. A judoca foi derrotada para a francesa Audrey Tcheumeo na semifinal, mas se recuperou na luta seguinte, contra a cubana Yalennis Catillo, e conquistou a medalha de bronze. Esta é a terceira vez que o Brasil subiu no pódio na atual edição da Olimpíada.

Na luta contra a francesa, Mayra acabou derrotada por uma punição de diferença. Contra a alemã, a brasileira ganhou por yuko, para explosão da torcida na Arena Carioca 2.

Tênis
O Brasil segue firme e forte na luta por medalha no tênis. Thomaz Bellucci derrotou o belga David Goffin na quadra 1 do Complexo Olímpico por 2 sets a 0. Engana-se, no entanto, quem pensa que o jogo foi fácil. As parciais já sinalizam a dificuldade encontrada (e superada) pelo brasileiro: 7-5 e 6-4.

Falando em dificuldade, Bellucci pega nada mais nada menos do que Rafael Nadal nas quartas de final. O espanhol, uma das sensações da Rio-2016, é o tenista número 4 no ranking mundial. O brasileiro aparece na 52ª posição.

Natação
A prova de 50m livre, que é uma das principais esperanças de medalha da natação brasileira na Rio-2016, tem dois atletas do país-sede nas semifinais. Bruno Fratus e Ítalo Manzine fizeram o 10º e o 13º melhores tempos (21s93 e 21s96) e se garantiram entre os 16 nadadores mais rápidos dos Jogos. A disputa pelas vagas da final acontece na noite desta quinta, e o LANCE! transmite em tempo real.

Vale destacar ainda a classificação do estadunidense Michael Phelps, que já ganhou três ouros na Rio-2016, para as semifinais dos 200m medley. Nas eliminatórias de tal prova, o Brasil teve seus nadadores (Henrique Martins e Marcos Macedo) eliminados.

Handebol
Não foi 7 a 1, mas valeu! A Seleção brasileira masculina de handebol conseguiu uma vitória emocionante sobre a Alemanha pelo placar de 33 a 30, empurrada pela animada torcida presente na Arena do Futuro. Com duas vitórias em três jogos disputados até aqui na Rio-2016, o Brasil já se aproxima de uma classificação para a próxima fase da competição.

Ginástica artística
A sensação estadunidense Simone Billes, de 1,45m e 19 anos, confirmou o favoritismo e conquistou o ouro na disputa do individual da ginástica artística. A prata ficou com a compatriota Alexandra Raisman; o bronze, com a russa Aliya Mustafina.

Para o Brasil, contudo, os resultados não foram muito bons. Jade Barbosa sofreu uma lesão em seu tornozelo direito durante uma das provas e abandonou a competição de cadeira de rodas. Rebeca Andrade, que chegou ao Rio-2016 sob expectativas de medalha, acabou em 11º lugar.

Basquete
A exemplo do que já havia acontecido na derrota para a Lituânia e na vitória diante da Espanha, a Seleção brasileira masculina de basquete proporcionou mais um jogo para lá de emocionante à torcida verde-amarela. Infelizmente, o roteiro da estreia se repetiu e, diante da Croácia, o Brasil acabou derrotado por 80 a 76. Vale ressaltar que os comandados de Rubén Magnano seguem vivos na disputa por uma vaga na próxima fase.

As meninas da Seleção brasileira feminina também entraram em quadra na tarde desta quinta. A equipe do país-sede, que havia perdido os três primeiros jogos do torneio olímpico, voltou a decepcionar. As brasileiras até iniciaram bem o jogo, mas sofreram a virada e foram derrotadas para a França por 74 a 64.

Boxe
Preso após ser acusado de estupro no início da semana, Jonas Junias recebeu um alvará de soltura, pôde estrear no boxe da Rio-2016, mas acabou eliminado pelo francês Hassan Azmile na decisão dos juízes em duelo pela categoria até 64kg. O representante da Namíbia fez boa luta, mas acabou superado após três rounds. Após o combate, ele se recusou a falar com a imprensa para esclarecer o polêmico caso no qual seu nome está envolvido.

Vale lembrar que o marroquino Hassan Saada, outro pugilista acusado de estuprar uma camareira, também foi preso, antes mesmo do início das competições, e perdeu por W.0. aquele que seria seu primeiro combate.

Canoagem slalom
Os brasileiros Charles Correa e Anderson Oliveira não conseguiram passar pela semifinal do C2 e terminaram na 11ª colocação (precisavam ficar entre os dez primeiros para chegar à final). Ainda assim, o clima foi de satisfação para a dupla, que teve resultado inédito em Olimpíadas para o Brasil.

Charles Corrêa e Anderson Oliveira avançaram para a semifinal do C2 na canoagem slalom
Charles Correa e Anderson Oliveira (Foto: Washington Alves/Exemplus/COB)

Vela
Principal esperança de medalha do Brasil na vela, Robert Scheidt não disputou regatas nesta quinta. A classe Laser, que já teve seis provas, volta às atividades nesta sexta.

Outros brasileiros, no entanto, competiram na Baía de Guanabara. Pela classe 470, a dupla Fernanda Oliveira e Ana Luiza Barbachan terminou o dia em nono lugar entre as mulheres. Entre os homens, Henrique Haddad e Bruno Bethlem estão na 23ª colocação.

Na classe RS:X, as mulheres também estão representando melhor o Brasil. Patrícia Freita é a quinta colocada no feminino; Ricardo Santos, o oitavo, no masculino.

Remo
O Brasil não briga por medalhas pois teve fracos desempenhos nas primeiras provas da modalidade, mas vai fazendo bonito em sua despedida. Pelo nível C (sem chance de medalhas) do double-skiff peso leve, Willian Giaretton e Xavier Vela Maggi lideraram a semifinal masculina. Vanessa e Fernanda Ferreira e Vanessa Cozzi fizeram o segundo melhor tempo na semifinal feminina.