Rio 2016 - Judô - Maria Portela

Maria Portela, de azul, foi derrotada nas oitavas de final (Foto: Marcio Rodrigues/MPIX/CBJ)

Guilherme Cardoso
10/08/2016
11:57
Rio de Janeiro (RJ)

Não deu para a judoca Maria Portela. O choro na saída do tatame logo após a segunda luta mostrava bem que o resultado nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, na Arena Carioca 2, não foi o esperado. A brasileira está fora da competição e sem chances de conquistar uma medalha na categoria médio (até 70kg).

Se o sentimento pela derrota já é ruim, a maneira que ela veio, talvez, tenha sido pior ainda. Maria perdeu para a austríaca Bernadette Graf já nas oitavas de final por conta de uma punição logo no início do Golden Score. A brasileira deu uma entrada sem pegar no quimono da adversária, o que não é mais permitido.

O público vaiou demais a marcação. Logo ao receber a punição, a brasileira ficou com o semblante fechado e logo começou a chorar. Já a técnica Rosicleia Campos olhava sem acreditar muito e logo consolou a judoca.

Maria fez apenas duas lutas na Olimpíada do Rio de Janeiro e nas duas precisou do desempate. Na estreia, diante da marroquina Assmaa Niang venceu por um yuko. Mas nas quartas de final a situação foi diferente.

Em sua segunda Olimpíada, a brasileira volta a amargar um resultado ruim. Quatro anos antes, em Londres-2012, ela tinha caído logo na estreia.