LANCE!
20/08/2016
13:28
São Paulo (SP)

Está acabando! O penúltimo dia de competições nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro ficará marcado na história do esporte brasileiro por conta de um baiano muito arretado: Isaquias Queiroz. Competindo ao lado de Erlon de Souza, o nordestino faturou a prata na categoria C2 1.000m, somou sua terceira medalha nesta Olimpíada e se tornou o primeiro atleta do Brasil a alcançar a marca em uma mesma edição dos Jogos. De quebra, ainda ajudou o país a superar o desempenho de Londres-2012.

Quem também fez bonito nesta manhã de sábado foi o mineiro Maicon Siqueira, do taekwondo. Em sua estreia, o lutador bateu o norte-americano Stephen Lambdin e está nas quartas de final da categoria acima de 80kg. Ele volta a lutar nesta tarde contra m atleta do Níger. Nas quadras, a seleção feminina da Sérvia faturou o bronze no basquete ao derrotar a França, e as meninas da Noruega ficaram com o terceiro lugar no handebol depois de superar a Holanda.

Canoagem

A Olimpíada do Rio de Janeiro apresentou ao povo brasileiro seu mais vitorioso atleta em uma mesma edição dos Jogos Olímpicos, o canoísta Isaquias Queiroz. Na manhã do penúltimo dia de competições na Cidade Maravilhosa, o baiano em dupla com Erlon de Souza conquistou a medalha de prata na prova dos C2 1.000m na Lagoa Rodrigo de Freitas.

De quebra, Isaquias colocou sua terceira medalha no peito nesta Olimpíada e se tornou o primeiro atleta do Brasil a conquistar este feito. Como se não bastasse o feito colocou a canoagem em evidência no país. Afinal, antes dele o esporte não tinha nenhum resultado expressivo em Jogos Olímpicos.

Taekwondo

Representante solitário do Brasil no taekwondo, o mineiro Maicon de Andrade Siqueira começou muito bem na categoria acima de 80kg entre os homens. Na estreia, o brasileiro derrotou o norte-americano Stephen Lambdin, por 9 a 7, e se garantiu nas quartas de final do torneio olímpico. Ainda hoje, às 15h15, Maicon retorna ao dojan para duelar com Issoufou Alfaga Abdoulrazak, do Níger, por uma vaga nas semifinais. Será que vem mais uma medalha para o Brasil hoje?

Polo Aquático

A seleção brasileira masculina de polo aquático encerrou sua participação nos Jogos Olímpicos na 8ª posição. Na manhã deste sábado, o Brasil duelou com a Espanha e acabou derrotada por 9 a 8. Ainda hoje, às 13h, Montenegro e Itália duelam pelo bronze. Em seguida, às 17h50, as rivais Croácia e Sérvia brigam pelo ouro no Complexo Maria Lenk.

Basquete 

A Sérvia é medalhista de bronze no torneio feminino de basquete. Tida como azarã, a equipe fez uma partida muito sólida defensivamente contra a França, e venceu por 70 a 60. O feito inédito, as sérvias nunca foram ao pódio no esporte da bola laranja em Olimpíadas, resultou em muito choro. Antes mesmo da partida acabar as medalhistas de bronze já estavam em lágrimas na quadra.

Handebol 

Atual campeã do mundo, a Noruega desembarcou no Rio de Janeiro como a grande favorita ao ouro no Rio de Janeiro no torneio feminino de handebol. No entanto, logo na estreia foi derrotada para o Brasil e não conseguiu alcançar a medalha de ouro. Ao longo da competição, porém, a equipe cresceu e encerrou sua participação na Olimpíada com a medalha de bronze no peito ao bater, nesta manhã, a Holanda por 36 a 26. De tarde, às 15h30, França e Rússia duelam na Arena do Futuro.