Luis Fernando Coutinho
17/08/2016
11:35
Rio de Janeiro (RJ)

Tido como uma das maiores promessas do boxe americano na Olimpíada Rio-2016, Shakur Stevenson teve uma experiência especial nesta terça-feira. O jovem de 19 anos bateu o representante da Mongólia Tsendbaatar Erdenebat por decisão dos juízes pelas quartas de final, garantiu ao menos o bronze na competição e fez tudo isso sob os olhares do astro Floyd Mayweather Jr.

Floyd conquistou a medalha de bronze em Atlanta-1996, quando Shakur tinha apenas um ano de idade. No pavilhão seis do Riocentro, o astro da nobre arte viu de perto a jovem promessa garantir o mesmo feito que ele - Stevenson ainda pode superar a marca.  

 - Não estava esperando que ele viesse. Julie (membro da comissão técnica americana) me falou que ele não estaria aqui, mas quando vi ele apareceu na arquibancada, falou com meus treinadores e pensei: "Uau, Floyd está aqui". Fiquei empolgado e um pouco nervoso. Floyd ficou dizendo "jab" (golpe com a mão da frente) e eles (treinadores) dizendo para eu atacar o corpo. Eu o ouvi bastante - revelou o atleta, logo após o combate.

Stevenson comentou a chance que tem de superar o feito histórico do compatriota e lembrou a conquista de Floyd, já igualada na Rio-2016.

- Ele já esteve na mesma situação antes e ele dominou o boxe. Ele é um dos melhores, então claro que tenho que ouvi-lo. Honestamente, sinto que Floyd foi roubado na medalha de bronze que ganhou. Tenho que me manter focado e conquistar a medalha de ouro - afirmou.