Argentina x Argélica

Correa abriu o placar na apertada vitória argentina no Engenhão (Foto: VANDERLEI ALMEIDA/AFP)

Felipe David
07/08/2016
20:07
Rio de Janeiro (RJ)

A vitória era crucial para manter viva as chances de classificação. E ela veio. Após perder para os portugueses em sua estreia, a Argentina conseguiu se recuperar ao vencer a Argélia por 2 a 1, na noite deste domingo, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, em partida que completava a segunda rodada do Grupo D do torneio masculino dos Jogos Olímpicos Rio-2016.

Todos os gols da partida foram anotados no segundo tempo. Ángel Correa e Calleri marcaram para os argentinos, aos 2 e 24 minutos, respectivamente. Sofiane Bendebka descontou, aos 18, para os argelinos.

Com o resultado, a Argentina soma os seus primeiros três pontos, mas permanece na terceira colocação por ter saldo negativo de um gol - Honduras possui a mesma pontuação, mas ocupa a vice-liderança por ter saldo zero -, enquanto a Argélia acumula duas derrotas e ocupa a lanterna da chave, ainda sem pontuação.

Na quarta-feira, a Argentina encara Honduras no Mané Garrincha, às 13h, precisando vencer a qualquer custo para se classificar. No mesmo horário, Portugal, já classificado, e Argélia duelam no Mineirão. Os confrontos definirão os classificados para as quartas-de-final.

O JOGO

Foi um jogo nervoso do início ao fim. Tanto que houve farta distribuição de cartões amarelos. Além da provocação brasileira nas arquibancadas que entoava gritos de "Argélia, Argélia!!!" desde a entradas das duas seleções em, campo, várias chances desperdiçadas dos dois lados.

Precisando da vitória para se recuperar na Olimpíada Rio-2016, Argentina e Argélia abusaram das jogadas ríspidas. Foram seis cartões amarelos, três para cada lado, sendo um vermelho para os hermanos - Cuesta foi expulso no último lance do primeiro tempo.

A Argentina abriu o placar após um desvio de cabeça de Calleri na intermediária encontrar os pés de Correa no meio da defesa. O camisa 10 invadiu a área, livre de marcação, e tocou na saída de Chaal.

Mas a Argélia incomodava e muito. Em um dos lances, o argentino Ascacíbar saiu jogando de forma errada, Meziane achou Bendebka livre na área, em posição legal. O camisa 14 dominou e chutou na saída de Rulli.

No entanto, o gol da vitória argentina estava por vir. E veio com Calleri. O atacante recebeu na área, tentou tirar do goleiro Chaal e, após dividida, mandou para dentro do gol. Os argentinos ainda tiveram a chance de ampliar o placar, mas desperdiçaram boas chances.

FICHA TÉCNICA
ARGENTINA 2 X 1 ARGÉLIA
Local: Estádio Olímpico Nilton Santos, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Cüneyt Çakir (TUR)
Assistentes: Bahattin Duran (TUR) e Terik Ongün (TUR).
Renda/Público: Não divulgados.

Cartões Amarelos: Victor Cuesta, Ángel Correa (ARG); Belkebla, Benkablia, Haddouche, Abdellaoui, Demmou, Benkhemassa (AGL).
Cartões Vermelhos: Victor Cuesta (ARG); Abdellaoui (AGL).

Gols: Ángel Correa,2'/2ºT(1-0), Sofiane Bendebka,18'/2ºT(1-1), Calleri,24'/2ºT(2-1)

ARGENTINA: Rulli, José Gómez, Gianetti, Víctor Cuesta, Alexis Soto; Mauricio Martínez, Ascacíbar, Lo Celso (Lucas Romero,27'/2ºT); Pavón (Cristian Espinoza, 41'/2ºT), Calleri, Ángel Correa. Técnico: Julio Olarticoechea.

ARGÉLIA: Chaâl, Benguit, Demmou, Abdellaoui, Ferhani; Aït-Atmane (Benkhemassa, 34'/1ºT), Bendebka, Belkebla; Benkablia (Darfalou,36'/2ºT); Haddouche (Meziane, 10'/2ºT), Bounedjah. Técnico: Pierre-André Schürmann.