Isinbayeva

Reprodução/Instagram

RADAR/LANCE!
17/08/2016
13:24
Rio de Janeiro (RJ)

No Maracanãzinho para acompanhar a equipe russa no voleibol, Yelena Isinbayeva aproveitou para fazer alguns comentários sobre o desempenho dos brasileiros no salto com vara. Com a autoridade de quem é três vezes campeã mundial e tem dois ouros olímpicos (em Atenas 2004 e Pequim 2008, além do bronze em Londres 2012) no salto com vara, Isinbayeva elogiou Thiago Braz e admitiu que a conquista do brasileiro não a surpreendeu.

- Para mim, não foi surpresa. No início, ninguém esperava que ele fosse ganhar. Mas eu conheço o Thiago há muito tempo. Ele vinha saltando cada vez melhor. Foi uma evolução passo a passo. Mas eu esperava que ele fosse explodir nas Olimpíadas, competindo em casa, com o público todo o apoiando no Brasil - comentou Isinbayeva em entrevista ao canal por assinatura Sportv.

Thiago Braz é treinado, há cinco anos, pelo mesmo técnico de Isinbayeva: o ucraniano Vitaly Petrov. Ele também treina Fabiana Murer. Outra grande esperança de medalha para o Brasil no atletismo, Murer sequer passou das qualificatórias no salto com vara, errando todos os três saltos que tentou. O resultado contrariou a expectativa geral e também da sua amiga Isinbayeva.

- Eu pensei que ela fosse ganhar. Os resultados dela vinham sendo muito bons. Ela estava esperando isso há muito tempo, focada nisso. Seria a última Olimpíada dela, quer dizer, dificilmente ela teria outra oportunidade de ganhar uma medalha olímpica. Fiquei muito triste quando ela não classificou - completou Isinbayeva.

Dona do recorde mundial do salto com vara, com um salto de 6,03m, Yelena Isinbayeva está impedida de competir nas Olimpíadas do Rio. Toda a delegação de atletismo da Rússia foi suspensa pela IAAF (Associação Internacional das Federações de Atletismo) após a divulgação do Relatório McLaren, que denunciou escândalo de doping estatal no país.