Ingrid Oliveira - Saltos Ornamentais

(Foto: Vitor Silva/SSPress)

Bernardo Cruz
17/08/2016
17:41
Rio de Janeiro (RJ)

A saltadora Ingrid Oliveira viveu um déjà vu nesta quarta-feira, no Parque Aquático Maria Lenk, nas eliminatórias do trampolim de 10 metros dos Jogos Olímpicos do Rio. A brasileira voltou a errar a tentativa de um salto e acabou de fora da decisão do torneio, algo parecido com o que ocorreu no Pan de Toronto no ano passado. Ela fez um total de 281.90 e terminou na 22ª posição (avançaram 18). A competição foi dominada pela China, que conseguiu as duas melhores colocações com Yajie Si, de 17 anos, e Qian Ren, de apenas 15, seguida da americana Jessica Parratto.


A brasileira conseguiu um bom primeiro salto, com uma soma de 67.20 pontos e ficando na 12ª posição após a primeira rodada. Na segunda tentativa, conseguiu uma execução um pouco inferior, somou 59.20, mas se manteve na margem de classificação para a final.

Já o terceiro salto foi o melhor momento da brasileira na eliminatória. Com uma execução muito consistente, ela conseguiu boas notas, totalizou 69.00 pontos e subiu para a nona colocação. Contudo, o quarto salto acabou sendo, literalmente, o divisor de água para Ingrid. Ela errou a entrada do movimento na água, bateu de costas, e conseguiu apenas 14.50, uma das piores notas de toda a competição (ela viveu momento bem parecido no Pan do ano passado). Com isso, foi para a última rodada de saltos em 24º.

A quinta e última tentativa seria decisivo. Além disso, precisaria torcer por alguns desempenhos ruins para conseguir subir, ao menos, seis posições para garantir seu lugar na decisão. Ingrid fez um grande salto, conseguiu a maior soma de notas (72.00), mas insuficiente para ficar entre as 18 classificadas. Com isso, a polêmica participação na Rio-2016 chegou ao fim.