LANCE!
22/08/2016
08:00
São Paulo

Na Olimpíada do Rio de Janeiro, o Brasil conquistou seu recorde de mealhas (19), a melhor marca de ouros (7), o maior medalhista individual em uma única edição (Isaquias Queiroz, com 3) e o maior medalhista na história em esportes coletivos (Serginho, do vôlei, com 4). Mas não foi o único país a sair feliz dos Jogos.

Foram 9 países com ouros inéditos nos primeiros  Jogos Olímpicos realizados na América do Sul. Além disso, foi a primeira edição em que 58 países medalharam - melhorando o recorde antigo de 54.

As duas marcas poderiam ser maiores: com a suspensão do Comitê Olímpico do Kuwait, o país perdeu a chance de se tornar o 10° com seu primeiro ouro e o 59° país a medalhar. No tiro, a medalha do atleta Fehaid Al Deehani, do país asiático, acabou contando para os Atletas Independentes, que competem sob bandeira do COI.

Confira na galeria todos os ouros inéditos, os países e seus atletas que entraram para a história - além de pratas e bronzes também nunca antes vistos.