Giovane trabalha atualmente dentro do Comitê Rio-2016, como gerente de competições (Foto: Alex Ferro/Rio 2016)

Giovane trabalha atualmente dentro do Comitê Rio-2016, como gerente de competições (Foto: Alex Ferro/Rio 2016)

LANCE!
11/04/2016
08:01
São Paulo (SP)

O Comitê Olímpico Helênico anunciou nesta segunda-feira que Giovane Gávio, campeão olímpico e mundial com a Seleção Brasileira de vôlei, será o primeiro brasileiro a carregar a tocha dos Jogos Olímpicos Rio-2016.

O ex-jogador, que atualmente trabalha como gerente de competição para o vôlei dentro do Comitê Organizador Rio-2016, participará da cerimônia do acendimento da chama, na cidade grega de Olimpia, no próximo dia 21. 

Giovane será o segundo na ordem dos carregadores do revezamento. Ele receberá a tocha do ginasta grego Lefteris Petrounias, atual campeão mundial na competição de argolas, e classificado para disputar a Rio-2016. Petrounias abrirá oficialmente o revezamento, depois de pegar das mãos da atriz grega Katerina Lehou a chama dos Jogos. 

O ex-atleta, atualmente com 45 anos, foi um dos principais jogadores da Seleção Brasileira  de vôlei entre as décadas de 90 e 2000. Pela equipe, o ponteiro sagrou-se bicampeão olímpico nos Jogos de Barcelona-1992 e Atenas-2004, e foi campeão mundial na Argentina, em 2002. Ele também faturou quatro títulos na Liga Mundial, entre outros. 

Como treinador, a principal conquista de Giovane foi o título da Superliga masculina com o Sesi-SP, na temporada 2010/2011. 

O ginasta grego Lefteris Petrounias, atual campeão mundial nas argolas, abrirá o revezamento da Rio-2016 (Foto: Divulgação)
O ginasta grego Lefteris Petrounias, atual campeão mundial nas argolas, abrirá o revezamento da Rio-2016 (Foto: Divulgação)