Marco Aurélio Vieira

Diretor executivo de Operações da Rio-2016 durante uma de suas visitas a FERJ (Foto:Úrsula Nery/Agência FERJ)

Patrick Monteiro
15/01/2016
20:24
Rio de Janeiro (RJ)

O futebol olímpico não vai ser entrave na relação entre Maracanã, Engenhão e Campeonato Carioca. Nesta sexta-feira, durante o Arbitral que define os últimos detalhes para a competição estadual, o diretor executivo de Operações da Rio-2016, general Marco Aurélio Vieira, explicou como será a utilização dos estádios sedes da Olimpíada por parte da modalidade mais popular do planeta. No entanto, outros esportes, como o atletismo, e eventos relacionados às cerimônias de abertura e encerramento, podem exigir mais datas dos "palcos".

Como cada cidade que receberá os jogos de futebol precisará ter quatro campos destinados ao treinamento de seleções, as entidades estudam a melhor forma de abrigar as delegações sem prejudicar os clubes. As equipes devem desembarcar em suas respectivas cidades duas semanas antes da Rio-2016, que acontece em agosto.

- A gente recebe os estádios no início de julho, e vamos utilizá-los a partir do dia 24. Vamos fazer uma reunião para ver como é que os clubes vão treinar. Vamos ter outras reuniões. Temos até maio para fazer isso. (Os campos de treinamento) Têm que ter a mesma dimensão dos de jogo e tem que ter uma grama também muito boa - resumiu o General Marco Aurélio Vieira, diretor dos Jogos.