Entrevista em Itaquera

Silva Neid, técnica da Alemanha, concede entrevista na Arena Corinthians (Foto: Reprodução Twitter)

Thiago Ferri
03/08/2016
07:55
São Paulo (SP)

Alemanha e Zimbábue colecionam várias diferenças na economia, na saúde, em infraestrutura e no... futebol! As duas seleções de futebol feminino se enfrentam na Arena Corinthians, nesta quarta-feira, às 18h, na estreia nos Jogos Olímpicos. Enquanto as germânicas querem a medalha de ouro, as africanas pensam em "aproveitar" o momento histórico.

Ao se analisar as estatísticas dos países a disparidade é grande: na Alemanha, a renda per capita é de 46 mil dólares, e em Zimbábue a quantia é 50 vezes (!) menor: 953 dólares. No Índice de Desenvolvimento Humano, o país alemão é aquele com o sexto maior (0,916) e alta expectativa de vida: 80 anos. Já os africanos são apenas o 155º no ranking do IDH (0,509) e tem expectativa de vida bem mais baixa, de 58 anos.

O futebol feminino é apenas (mais) um exemplo, em menor escala, desta distância. Enquanto a Alemanha é bicampeã mundial no esporte e a segunda no ranking da Fifa, Zimbábue vai disputar sua primeira Olimpíada e é a 93ª equipe na lista. As alemãs são candidatas ao ouro, já as africanas querem continuar aprendendo.

Há cinco anos, jogadoras de Zimbábue passaram por duas semanas de treinos na Alemanha, país que usam como exemplo na categoria. Em 2012, a Federação Alemã cedeu aos times femininos de Zimbábue bolas de futebol e equipamentos para treinos.

Zimbábue
Técnico de Zimbábue, Shadreck Mlauzi, em Itaquera (Foto: Reprodução)

- Nossa nação está orgulhosa pelo que fizemos, mas ainda estamos desenvolvendo o futebol no nosso país. Esperamos continuar evoluindo, sabendo que é uma experiência nova, mas que vamos ser competitivos até onde pudermos - disse o técnico de Zimbábue, Shadreck Mlauzi.

Nos últimos três amistosos, Zimbábue venceu Zâmbia (3 a 2) e perdeu para África do Sul (1 a 0) e China (3 a 0). A Alemanha, por sua vez, atropelou os últimos rivais: 6 a 0 na Turquia, 2 a 0 na Croácia e 11 a 0 em Gana, este um teste para ambientar o time ao rival desta tarde.

- Não foi fácil pegar informações sobre o Zimbábue, vimos vídeos de alguns jogos, sabemos que elas são fortes, então estamos preparados para o jogo. Eles estão em níveis similares aos de Gana, mas era só um amistoso. Agora é um torneio e todos querem ganhar. Não será fácil, mas vamos colocar nosso estilo em jogo - avisou Silva Neid, técnica da Alemanha.

O outro jogo em Itaquera

Antes desta partida, às 15h, Canadá e Austrália vão se enfrentar na Arena Corinthians. O jogo, também do Grupo F, marcará o encontro entre dois postulantes à medalha na categoria. Enquanto o time canadense foi bronze em Londres-2012, as australianas foram estão em quinto lugar no ranking da Fifa.