Geraldo Alckmin

Governador de São Paulo falou sobre ações de segurança em evento na capital paulista (Foto: Divulgação)

Fábio Suzuki
20/07/2016
12:03
São Paulo (SP)

Os recentes ataques terroristas contra a França fez a delegação francesa ser um dos focos de atenção no esquema de segurança montado pelas autoridades para os Jogos Olímpicos Rio-2016. Apesar do evento ocorrer na capital fluminense, esforços têm sido feitos em São Paulo por conta da presença de atletas franceses que escolheram estruturas do estado para se prepararem para a Olimpíada.

A atenção direcionada à delegação francesa foi comentada pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, durante participação no 6º Fórum Nacional do Esporte, que ocorreu na manhã desta quarta-feira, 20, na capital paulista.
- A presença da delegação da França em São Paulo está dentro de nosso plano de contingência – comentou Alckmin, ao ser questionado sobre a atenção aos atletas do país europeu após os recentes ataques terroristas.

Na coletiva do governador de São Paulo após participação no evento, dez das onze perguntas realizadas foram sobre os esforços para evitar ataques terroristas durante os Jogos Olímpicos. Além de receber delegações estrangeiras no período de preparação para o evento, São Paulo sediará dez partidas de futebol da Olimpíada entre jogos do masculino e feminino.

- Há uma cooperação internacional e creio que os setores de inteligência do Brasil e da França têm feito intercâmbio de ações para esse trabalho – afirmou Alckmin, citando a Copa-2014 como exemplo onde “não tivemos nenhum incidente”.

Apesar da atenção estar voltada aos ataques terroristas, o governador de São Paulo citou que os trabalhos estão mais focados na segurança em geral da população.

- Fizemos um plano de contingência que abrange a parte de segurança, médica, corpo de bombeiros e especialistas. E concordo com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, que disse que é mais preocupante a violência local do que o terrorismo – comentou Alckmin.