Mireya Luis e Ary Graça

Mireya e Ary no lançamento do livro da cubana (Foto: Divulgação/FIVB)

LANCE!
13/08/2016
18:23
Rio de Janeiro

A cubana Mireya Luis esteve, neste sábado, na Casa do Vôlei, em Copacabana, para lançar sua biografia "Entre Cielo y Tierra (Entre Céu e Terra), escrita pelo jornalista Oscar Sanchez Serra.

Emocionada, a ex-jogadora relembrou a ascendência humilde, desde que os pais emigraram do Haiti para Cuba, a paixão pelo vôlei que a fez chegar à seleção nacional com apenas 15 anos e todas as alegrias que o esporte lhe proporcionou.

- Hoje estou realizando o sonho de estar no Rio e lançar minha biografia no seio da família do vôlei que me ama assim como eu a amo - disse Mireya, que durante a Rio-2016 comenta os jogos pela Fox.

Na fila de autógrafos estiveram Virna, Shelda, Fabi e Juliana:

- Mireya representa tudo de bom no voleibol de todos os tempos. Para minha geração, foi um privilégio vê-la pelas quadras do mundo afora. É um monstro sagrado do esporte - disse Shelda.

Ela foi elogiada por Ary Graça, presidente da FIVB:

- Eu deveria odiá-la por não deixar o Brasil ganhar. Mas você fez parte de uma geração de campeãs cubanas que engrandeceram o voleibol. Para a FIVB é uma honra ter a oportunidade de homenageá-la. Você foi uma heroína, pois quem ganha jogos é o jogador.