André Uzêda
04/08/2016
21:51
Salvador (Ba)

A pouca tradição de Fiji virou simpatia entre os baianos. Os passes errados em profusão, os piques fora de fora e, principalmente, os desarmes do pequeno time da Oceania foram comemorados como se fossem gols pela torcida presente na Arena Fonte Nova.

Adotada como xodó, a seleção de Fiji até resistiu no início do jogo. O goleiro Tamanisau, de 33 anos, chegou a ensaiar uma sequência de boas defesas, mas aos 31 minutos do primeiro tempo a Coreia abriu o placar e não parou mais.

Com o resultado de 8 a 0, os sul-coreanos assumem a liderança do Grupo C do futebol masculino -- Alemanha e México ficaram no empate de 2 a 2 no primeiro jogo da chave.

O camisa 10 Ryu foi responsável por destravar a porteira fijana. Demonstrando classe, o jogador do Bayer Leverkusen matou no peito e tocou na saída do goleiro. Seis minutos depois, o mesmo Ryu sofreu pênalti infantil do atabalhoado lateral Baravilala. Moon cobrou firme no canto direito, mas viu a bola esbarrar na trave.

A fraqueza de Fiji ficou exposta não somente nas jogadas erradas e na pouca intimidade dos homens de defesa e ataque no domínio da bola. Atuando quase todo tempo na retranca, os atletas do pequenino país passaram o primeiro tempo com apenas 24% de posse de jogo. O domínio foi amplo dos coreanos.

GOLEADA
No início da etapa final, a Coreia repetiu o domínio e perdeu chances incríveis com o atacante Hwang e com o meia Lee Changmin. Sempre que chegavam na cara do gol esbarravam na elasticidade do goleirão Tamanisau.

A boa atuação do arqueiro fijano virou até música entre os baianos: "Uh é paredão, o goleirão de Fijão".

Aos 16 minutos, porém, não teve jeito. Em uma escalada de três gols em três minutos, Kwong ampliou e, na sequência, fez seu segundo escorando cruzamento da direita. Em belo chute, Ryu anotou também mais um: o quarto dos asiáticos.

E a goleada não parou. Aos 27, o meia Son Heugmin, do Tottenham, que havia acabado de entrar, bateu pênalti sofrido por Ryu e fez o quinto.

Cinco minutos depois, Suk Hyujun aproveitou o rebote e mandou mais um para as redes. Seria dele também o sétimo, ao desviar cobrança de escanteio. Ryu, que abriu o placar, terminaria por fecha-lo em chute forte de direita. Final: 8 a 0 para os sul-coreanos.

O próximo confronto de Fiji é contra o México no próximo domingo (7/8) na Arena Fonte Nova. No mesmo dia e local, a Coreia enfrenta a Alemanha pela sequência do Grupo C. 

FICHA TÉCNICA
Local: ​Arena Fonte Nova, Salvador (Ba), às 20h
Árbitro: Diedhiou Malang (Senegal).
Gols: Ryu (Coreia), aos 31 do primeiro tempo e 18 do segundo tempo. Kwong (Coreia), aos 16 e 17 do segundo tempo. Son Heugmin, aos 27 e 44 do segundo tempo.

Fiji: Tamanisau, Baravilala (Khem), Dreloa, Singh, Naidu; Tuivuna, Waranaivalu (Nakalevu), Chand, Hughes (Waqa); Krishna e Verevou. Técnico: Frank Farina

Coreia do Sul: Gu Sungyun, Lee Seulchan, Choi Kybaek, Jung Seungwoo, Sim Sangmin; Jang Hyunsoo, Lee Changmin (Kim Mintae), Moon Changjin, Ruy Seungwoo e Kwon Changhoon (Son Heugmin); Hwang Heechan (Suk Hyujun). Técnico: Shin Taeyong