LANCE!
16/08/2016
17:05

Um dia depois de sagra-se campeão olímpico no salto com vara, o brasileiro Thiago Braz concedeu entrevista coletiva na Casa Brasil, nesta terça-feira, e afirmou que ouviu uma "mensagem de Deus" para passar a treinar em solo italiano. O atleta atendeu a imprensa ao lado de seu técnico, Vitaly Petrov, que chegou a compará-lo com Sergey Bubka, que foi dono do recorde mundial da modalidade entre 1984 e 2014.

- Uma das histórias que eu tenho para contar, que para mim foi algo decisivo, foi quando eu tive o momento de decidir sair do Brasil, que foi quando eu estava com uma lesão, com uma situação que estava quase se fechando, e eu tinha que optar. Foi a época que eu escutei Deus pedindo para que eu saísse do Brasil e fosse para a Itália. Cheguei na Confederação e eles me acolheram
 - afirmou o atleta.


Técnico de Braz - e também das lendas da modalidade Sergey Bubka e Yelena Isinbayeva, Petrov, chamado de pai pelo brasileiro, diz que ele é de fácil relacionamento e, por isso, o compara ao ex-discípulo, diferente da russa neste sentido. 

- Com o Bubka foi muito fácil. Os pais deles tinham se separado, e eu convivia com ele na casa dele. Conhecia o caráter, a forma de trabalhar e os hábitos. Com a Isinbayeva foi muito mais difícil. Primeiro porque era ela mulher, segundo que já era uma adulta, tinha 18 anos quando começou a treinar comigo. Bati muitos recordes com ela, mais foi mais difícil trabalhar com ela - afirmou Petrov.

- A primeira vez que vi o Thiago treinar, pensei: se o Sergey pode saltar 6m14, porque o Thiago não? É preciso ter esse tipo de relacionamento, estar com o atleta o maior tempo possível  - completou.