Chama olímpica é acessa na Grècia

Chama olímpica foi acesa em Olímpia, na Grécia (Foto: AFP / ARIS MESSINIS)

LANCE!
27/04/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

O ministro do Esporte, Ricardo Leyser, entrega nesta quarta-feira, às 12h (de Brasília), a tocha dos próximos Jogos Olímpicos ao Rio de Janeiro. A cerimônia simbólica acontece no Estádio Panatenaico, sede da abertura dos primeiros Jogos da Era Moderna, em 1896, em Atenas (GRE), e terá a presença do presidente do Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman, do presidente da Autoridade Pública Olímpica (APO), Marcelo Pedroso, do presidente da Grécia, Prokopios Pavlopoulos, e do presidente do Comitê Olímpico Helênico, Spyros Capralos.

Após a entrega da relíquia, haverá um revezamento com condutores dentro do estádio e apresentações culturais. Depois, o objeto será conduzido para a Embaixada Brasileira em Atenas, onde passará a noite. Na manhã seguinte, seguirá de avião para Genebra (SUI), para evento na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), na sexta-feira.

No domingo, a chama inicia a viagem para o Brasil. Ela vai desembarcar em Brasília na segunda-feira, marcando o início do tradicional revezamento, que vai até os Jogos.

– A chama vai rodar o Brasil de Norte a Sul, as capitais e os principais pontos turísticos. Com certeza esse fogo vai esquentar o coração do brasileiro e fazer um aquecimento para o início dos Jogos, chamando a atenção para o esporte e para os atletas que estão chegando. O Brasil começa a entrar, finalmente, no clima olímpico – afirmou o ministro.

Durante a rota no Brasil, a chama percorrerá 334 cidades. Ela será carregada por cerca de 12 mil pessoas, além de voar 10 mil milhas pelo país. Os locais foram escolhidos em base em critérios logísticos, turísticos e culturais. O ponto de chegada será o Estádio do Maracanã, em 5 de agosto, onde acontece a cerimônia de abertura da Olimpíada do Rio.

A chama foi acesa na última quinta-feira, no Templo de Hera, em Olímpia (GRE). O primeiro a carregá-la foi o ginasta grego Eleftherios Petrounias, campeão mundial das argolas na ginástica artística e medalha de prata no evento-teste da modalidade, na semana passada. Desde então, o objeto tem passado por diversas cidades gregas.