Caos Olímpico

Filas e desorganização: Muitos torcedores desistiram de entrar no Parque Olímpico neste sábado  (Foto: Divulgação)

CARLOS ALBERTO VIEIRA
06/08/2016
13:44
Rio de Janeiro (RJ)

O diretor diretor-executivo de comunicação Rio 2016, Mario Andrada e Silva, disse que o caos para o público entrar no Parque Olímpico para ver os primeiros eventos dos Jogos do Rio - demora de transportes públicos, tumulto, filas intermináveis nas entradas nos palcos dos eventos e uma desorganização que chegou a gerar desistência de alguns torcedores que voltaram para casa - serão melhorados com urgência e que  isso poderá ser observados a partir dos eventos desta tarde.

- Pedimos desculpas para todos que perderam tempo.  A prioridade total é acabar com filas irracionais nas entradas ainda neste sábado, com todas as medidas possíveis: melhoria de coordenação, aumento de efetivo, mais unidades de verificação, mais máquinas e tudo o que for preciso fazer.

Andrada analisa como problema maior a coordenação de profissionais de diferentes áreas que trabalham em checagem e segurança.

- Esses profissionais respondem para supervisões diferentes, isso gera demora para solucionar falhas. Primeiro dia de jogos é sempre uma tensão, os problemas ficam mais expostos. Fizemos testes, previmos, ensaiamos. Mas treino é treino e jogo é jogo. O que temos é de corrigir tudo o mais rapidamente possível.


O diretor da Rio 2016  minimizou o fato de que alguns torcedores terem entrado com mochilas e sacolas vistoriadas manualmente por causa de problemas em várias máquinas de Raio X. Para Andrada, os seguranças escalados para a checagem são experientes.

- Tratava-se de uma escolha de Sofia para resolver um problema urgente e tentar não comprometer ainda mais a situação de demora na entrada das Arenas. O importante era colocar a pessoa com ingressos para dentro e poder ver a competição que ela queria. Na checagem física, se por acaso algum objeto não permitido passou, certamente não configurou ameaça para a segurança, pois quem liberou o torcedor sabia o que fazia - finalizou.