Centro de treinamento de voluntários é inaugurado no Rio

Centro de treinamento de voluntários é inaugurado no Rio (Foto: Divulgação/Estácio)

Jonas Moura
13/04/2016
16:58
Rio de Janeiro (RJ)

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio-2016 inaugurou nesta quarta-feira, em parceria com a Estácio, o primeiro Centro de Treinamento de voluntários do evento, localizado em um campus da instituição de ensino, no Rio de Janeiro. O local será um dos seis núcleos espalhados pelo Brasil com o mesmo foco. A promessa é de capacitação de 140 mil pessoas.

Ao todo, 120 professores ficarão responsáveis pela preparação de 50 mil voluntários (o número era 70 mil, mas foi reduzido devido à necessidade de contenção de gastos do Comitê), seis mil colaboradores e 85 mil contratados da entidade, por meio de aulas presenciais e online.

– Muitos voluntários só chegam (ao Rio) perto da data dos Jogos. Desde já, eles podem começar a estudar em quatro módulos, na hora que bem entenderem, com flexibilidade. Conseguiremos e engajar virtualmente 140 mil pessoas e lideranças. Teremos turmas maciças, com voluntários de outros estados e internacionais, que farão treinos específicos nas instalações dos Jogos – disse o diretor de recursos humanos do Comitê Rio-2016, Henrique Gonzalez.

O processo teve início em 2015, quando a Estácio criou os Centros de Seleção para entrevistar candidatos a voluntários. O treinamento começou em 2016, por meio de cursos online. Os módulos têm de quatro a oito horas de duração, com aulas a respeito de temas variados, definidos pelo Comitê Organizador, como excelência em serviços e liderança.

Ao todo, nove áreas de atuação precisam de voluntários: esportes, apoio operacional, atendimento ao público, imprensa e comunicação, protocolo e idiomas, serviços de saúde, produção de cerimônias, tecnologia e transportes. Ainda há vagas para interessados.

Além do Rio, as outras cinco cidades que serão palco dos jogos de futebol receberão Centros de Treinamento, a serem lançados em junho: São Paulo (1/6), Belo Horizonte (8/6), Brasília e Salvador (15/6) e Manaus (22/6).

– Não tenho conhecimento de um treinamento que envolva tantas pessoas como é o caso que está acontecendo agora por causa dos Jogos Rio 2016 – afirmou Rogério Melzi, presidente da Estácio.