Equipe brasileira definida para o Evento Teste do Judô

Layana Colman conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude em 2014 (Foto: Divulgação)

LANCE!
17/02/2016
16:22
São Paulo (SP)

A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) divulgou nesta quarta-feira os convocados para o Torneio Internacional de Judô, evento-teste para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. A Seleção Brasileira vai contar com oito atletas das categorias de base na competição, que terá disputadas nas categorias meio-leve (52kg para as mulheres e 66kg para os homens) e no meio-médio (81kg no masculino e 63kg no feminino).
O torneio vai ser disputado nos dias 8 e 9 de março na Arena Carioca 1, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca.

Os convocados são: Gabriel Pinheiro (66kg), 21 anos, campeão pan-americano Sub-21 em 2014; Daniel Cargnin (66kg), 18 anos, medalhista de bronze no Mundial Sub-21 em 2015; Jéssica Pereira (52kg), 21 anos, prata no Mundial Sub-21 de; Layana Colman (52kg), 19 anos, campeã dos Jogos Olímpicos da Juventude em 2014 e bronze no Mundial Sub-18 em 2013; Jéssica Santos (63kg), 22 anos, campeã pan-americana Sub-21 em 2014; Aléxia Castilhos (63kg), 21 anos, campeã do Circuito Pan-Americano Sub-21; Eduardo Yudi Santos (81kg), 21 anos, vice-campeão pan-americano Sub-21 em 2014; e Rafael Macedo (81kg), 21, ouro no Mundial Sub-21 em 2014.

- Convocamos jovens talentos que já mostraram resultados em competições importantes anteriormente e que terão uma oportunidade única de vivenciar o clima dentro de uma Arena Olímpica. Será um fato marcante e motivador da carreira desses atletas. Além disso, é mais uma ação que visa dar continuidade no processo de transição da classe sub-21 para o sênior - afirmou o gestor de alto rendimento da CBJ, Ney Wilson.

Sem chances de participarem dos Jogos Olímpicos deste ano na capital carioca, os judocas comemoram o fato de poderem atuar no mesmo local em que ocorrerão as disputas olímpicas, em agosto.

- Foi uma surpresa receber essa convocação. Eu não esperava. Mas a minha preparação já vinha forte para esse ano e me sinto preparada. Lutar o evento-teste vai ser muito importante para mim, especialmente por causa dessa fase de transição para o sênior. É uma das minhas metas aproveitar esse ano para chegar bem na classe de cima em 2017. Vai ser uma experiência ótima viver esse clima olímpico - declarou Layana.