Os namorados Felipe Wu e Rosene Budag posam para as fotos na Vila dos Atletas

Os namorados Felipe Wu e Rosane Budag posam para os fotógrafos na Vila dos Atletas (Foto: Marcelo Laguna)

Marcelo Laguna
29/07/2016
16:21
Enviado especial ao Rio de Janeiro (RJ)

A desculpa de estar sentindo falta da pessoa amada em meio a uma grande competição como a Olimpíada não pode ser aplicada aos atiradores brasileiros Felipe Wu e Rosane Budag. Juntos desde 2014, os dois não apenas integram a delegação do Brasil na Rio-2016 como conseguiram autorização para dividir o mesmo quarto de um dos apartamentos onde o Time Brasil está hospedado. Mesmo que para isso tenham feito algumas adaptações.

- As camas lá são de solteiro. A gente até gostaria de ficar mais juntos, porém o momento não é propício, estamos 100% focados na competição. É muita transpiração para poucas glórias na vida do atleta - disse Wu, de 24 anos, candidato a uma medalha na prova de pistola de ar 10 m.

A parceira, no entanto, admitiu que eles fizeram algumas mudanças dentro do aposento para se sentirem mais à vontade. 

- Eu até juntei as camas quando entramos no quarto, mas é uma coisa natural para a gente, não é hora de namorar. Vamos ter bastante tempo depois. Agora, o nosso foco total é na competição - disse Rosane, de 43 anos, que competirá na carabina de ar 10 m e carabina 50 m em três posições.

Os dois se conheceram por causa do esporte, mas só começaram a namorar para valer mesmo há pouco mais de dois anos. Por isso, já estão habituados à rotina puxada de viagens e concentrações.

- Os nossos horários de treinos são diferentes, mas só o fato de estar podendo viver esse momento juntos é muito especial. Poucos têm esta oportunidade que a gente está tendo e estamos procurando curtir cada momento - afirmou Wu. Segundo ele, a harmonia é tanto que nem há espaço para as famosas DRs (discussões de relacionamentos) entre o casal.

- Agora o momento é de um apoiar o outro. Fatalmente um dia um estará mal e outro melhor, o momento de cada um. Olimpíadas geram uma expectativa muito grande então tem que administrar muito bem estes momentos.

Felipe Wu e Rosane Budag estarão competindo no primeiro dia de disputa do tiro esportivo, no próximo sábado (6 de agosto), mas ambos não acham que a preocupação com o desempenho de cada um poderá afetar o desempenho individual de ambos.

-Só não vou acompanhar pessoalmente a prova dela mais por causa do desgaste físico, pois teria que acordar bem cedo para chegar em Deodoro e ficar lá até o horário da minha competição, que será apenas às 13h. Vou ficar de olho pela internet e torcendo muito por ela, mas concentrado na minha prova - disse Wu.

- Não acho que meu resultado pode ter qualquer influência no desempenho dele. Ele está focado demais nesta Olimpíada - disse Rosane.