Thiago Perdigão
15/08/2016
08:15
Rio de Janeiro

Andy Murray chegou ao Rio campeão olímpico e vai sair do Rio campeão olímpico. O britânico é o primeiro e único tenista a conseguir o feito no torneio de simples. Um feito merecido pelo que mostrou dentro de quadra. Quadras que acompanharam outras lendas se criarem e se decepcionarem. Obviamente ele não foi o único a se destacar. A Rio-2016 vai estar marcada para sempre na história de outras lendas como Rafael Nadal, Venus Williams, Serena Williams, Novak Djokovic... para o bem e para o mal. 

Novak Djokovic foi o tenista mais festejado pelos brasileiros antes e durante os Jogos. A ponto de o sérvio dizer que se sentia em casa por aqui. E a frase de Djoko não foi para fazer média ou forçar a barra. O número 1 do ranking de simples realmente foi abraçado pela torcida. Curtiu o tempo que esteve fora de quadra.

Mas ficou pouco tempo nela. Ganhou apenas um jogo no torneio de duplas, mas foi eliminado na sequência, quando perdeu para Marcelo Melo e Bruno Soares, do Brasil. A decepção ao perder para Del Potro na estreia ficou evidente quando Djokovic chorou. A dor de ter perdido a melhor chance de conquistar a sonhada medalha de ouro.

Medalha que Serena Williams já tem. Mas que não apaga a decepção das também precoces eliminações nos torneios de simples e duplas. No primeiro, em que era a favorita mais do que destacada, ganhou na primeira rodada, mas perdeu para a francesa Alize Cornet logo na segunda. Nas duplas, não conseguiu o tetracampeonato olímpico com a irmã Venus. Elas perderam na estreia, com Venus se recuperando de uma virose.

Sem Serena, a chave de simples ficou mais equilibrada. Mesmo assim, a alemã Angelique Kerber conseguiu manter o status de cabeça de chave número 2 e chegou à final. Mas na briga pelo ouro, perdeu para a (talvez) grande surpresa do torneio, a portorriquenha Monica Puig, número 37 do mundo, e que não tinha ainda nenhum grande título em sua carreira. Ela foi a primeira não cabeça de chave a ganhar o torneio de simples desde que o tênis voltou ao programa olímpico em Seul-1988.

Rafael Nadal pode se orgulhar de ser o único homem a ganhar os quatro Grand Slams, a Copa Davis e o ouro olímpico nas simples e duplas. A dupla com Marc Lopez fez sucesso e ganhou com autoridade dos romenos Florin Mergea e Horia Tecau, por 2 a 1, na final. Isso horas depois de Nadal ter batido Thomaz Bellucci no torneio de simples em jogo tão duro quanto, pelas quartas de final. O melhor desempenho brasileiro nesta Olimpíada. Marcelo Melo e Teliana Pereira também chegaram às quartas, mas nas duplas mistas o torneio já começou nas oitavas. Bellucci ganhou três jogos antes da derrota. 

Nenhum tenista ficou tanto tempo em quadra nesta Olimpíada como Nadal. E poderia até ser mais, mas ele desistiu de competir nas duplas mistas. Foi ouro nas duplas e ficou em quarto lugar na simples, ao perder para Ken Nishikori. E dias antes dos torneios começarem, o espanhol disse que não saberei se competiria. 

Mas redenção mesmo viveu Juan Martin del Potro. Depois de acumular lesões e pouco tempo em quadra, conseguiu um convite para jogar a Olimpíada. E conseguiu a medalha de prata. Para isso, bateu Djokovic e Nadal. Só parou em Murray. A segunda medalha olímpica de sua carreira, já que tinha ganhado o bronze em Londres-2012. E quase não jogou depois disso.

Contusões que também fizeram parte do cotidiano de Venus Williams. Mas o que mais a atrapalhou neste torneio foi uma virose que a derrubou dias antes da estreia. Mas ela se recuperou a tempo de disputar o torneio de duplas mistas. Chegou à final com o parceiro Rajeev Ram, mas perderam para os também americanos Bethanie Mattek-Sands e Jack Sock, que ganhou também um bronze na dupla masculina. Venus perdeu a chance de levar seu quinto ouro olímpico - uma em simples (Sydney-2000) e as outras em duplas com Serena (Sydney-2000, Pequim-2008 e Londres-2012) -, um recorde.

A outra medalha de ouro do tênis ficou para as russas Ekaterina Makarova e Elena Vesnina.

Confira todos os medalhistas do torneio de tênis olímpico:

Simples feminino
Ouro - Monica Puig - Porto Rico
Prata - Angelique Kerber - Alemanha
Bronze - Petra Kvitova - República Tcheca

Simples masculino
​Ouro - Andy Murray - Reino Unido
Prata - Juan Martin del Potro - Argentina
Bronze - Ken Nishikori - Japão

Duplas feminino
​Ouro - Ekaterina Makarova/ Elena Vesnina - Rússia
Prata - Timea Bacsinszky/Martina Hingis - Suíça
Bronze - Lucie Safarova/Barbora Strycova - República Tcheca

Duplas masculina
Ouro - Marc Lopez/Rafael Nadal - Espanha
Prata - Florin Mergea/Horia Tecau - Romênia
Bronze - Steve Johnson/Jack Sock - EUA

Duplas mistas
Ouro - Bethanie Mattek-Sands/Jack Sock - EUA
Prata - Venus Williams/Rajeev Ram - EUA
Bronze -  Lucie Hradecka/Radek Stepanek - República Tcheca