alemanha - Matthias Ginter

Ginter, camisa 4 da seleção alemã, durante a vitória sobre a Nigéria (Foto: Ivan Storti/Lancepress)

Fellipe Lucena
18/08/2016
07:45
São Paulo (SP)

A maioria dos jogadores da seleção olímpica alemã ainda não conhece o Maracanã, palco da final deste sábado, contra a Seleção Brasileira. Não é o caso de Matthias Ginter. O zagueiro de 22 anos é o único entre os 18 convocados por Horst Hrubesch que esteve no Brasil em 2014, quando a Alemanha foi campeã da Copa do Mundo justamente no Rio de Janeiro.

- Claro que tenho sentimentos positivos por voltar ao Maracanã, são ótimas memórias, inclusive do povo brasileiro. A Copa do Mundo foi uma experiência única e estou muito feliz por voltar ao estádio em que ganhamos o título. Espero que possamos vencer, como há dois anos - disse o camisa 4, após a vitória por 2 a 0 sobre a Nigéria, na semifinal, em Itaquera.

Atleta do Borussia Dortmund (ALE), Ginter foi somente uma opção no banco de reservas nos jogos da Copa do Mundo, incluindo a goleada por 7 a 1 sobre o Brasil, na semifinal. Talvez por isso ele pregue máximo respeito aos donos da casa, a ponto de dar o favoritismo à equipe de Rogério Micale.

- O Brasil é um time muito forte, eles são favoritos a ganhar o ouro. Mas nos preparamos muito bem e não vamos nos esconder. Conversamos muito, treinamos muito e crescemos. Estou muito feliz por chegar à final - acrescentou.