Zahra Nemati, iraniana do tiro com arco (Foto: Jewel Samad/AFP)

Zahra Nemati, iraniana do tiro com arco (Foto: Jewel Samad/AFP)

Igor Siqueira
09/08/2016
19:31
Rio de Janeiro (RJ)

A arqueira iraniana Zahra Nemati foi eliminada nesta terça-feira da disputa individual do tiro com arco da Rio-2016. Mas o fato de ela estar disputando a competição olímpica deste ano já foi uma vitória.

Zahra, campeã paralímpica em Londres e cadeirante, é a primeira atleta a participar tanto da Olimpíada quanto da Paralimpíada. A façanha teve como "coadjuvante" a russa Inna Stepanova, que venceu o confronto por 6 a 2.

- Foi bom, eu fiz o meu melhor, mas minha oponente foi muito bem e por isso ela venceu - disse Nemati logo após o combate.

A iraniana de 31 anos, que era atleta do taekwondo e, aos 19 anos, ficou paraplégica em decorrência de um acidente, não conseguiu contar a emoção. Lágrimas correram na conversa com os jornalistas.

- Talvez eu não tenha controlado minhas emoções e sentimentos no momento, é por isso eu não pude ter o meu melhor desempenho - analisou ela, que iniciou a disputa com um tiro nota 10, mas logo na sequência deu um nota 3.

Ciente do papel que representa não só no mundo do esporte, Nemati, que teve a torcida da maioria que estava no Sambódromo, mandou um recado.

- Meu objetivo é fazer o melhor para dizer a outros atletas paralímpicos: Não acabou, eles ainda podem lutar com a situação e fazer grandes coisas. Não deixem a sua deficiência te derrotar. O esporte é a melhor meio de derrotar a deficiência - comentou Nemati.

A russa que venceu a iraniana tem gabarito. Há dois dias, ela foi medalha de prata por equipes. Inna Stepanova não fez distinção entre olímpicos e paralímpicos.

- Para mim todo mundo é igual. Eu não acho que há uma diferença entre uma atleta e outra. Ela é uma grande atleta. Ela chegou a vencer um set no confronto - comentou ela.