Duda Lisboa

Campeã olímpica da juventude na praia, Duda disputa Jogos Escolares no vôlei de quadra (Foto: Washington Alves/Exemplus/COB)

LANCE!
19/11/2015
18:04
São Paulo (SP)

Engana-se quem pensa que apenas atletas amadores disputam os Jogos Escolares da Juventude. Na edição deste ano, que acontece em Londrina (PR) até esse sábado, a campeã olímpica entre jovens e vice-líder no Circuito Brasileiro de vôlei de praia entre os adultos, Duda, de apenas 17 anos, vai mudar de ares para tentar uma nova conquista. Dessa vez, nas quadras.

Medalha de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude de Nanquim (CHN), no ano passado, a atleta faz sua última competição escolar, ao lado das companheiras do Instituto Dom Fernando Gomes – IDFG – de Aracaju (SE).

- Conquistar a medalha olímpica foi o auge da minha carreira nas categorias de base, mas eu também queria ter o título escolar para o meu colégio, para o meu estado - comentou a jovem.

Ao todo, Duda já disputou cinco Jogos Escolares da Juventude, evento organizado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) desde 2005, conquistando medalhas de ouro e bronze tanto no voleibol quanto no vôlei de praia.

- Aprendi muita coisa durante os anos que participei dos Jogos Escolares, experiência para a base dos Jogos Olímpicos, fair play, respeitar o adversário e união. O convívio com outros atletas, em diferentes cidades do Brasil, sem a rivalidade dos outros campeonatos, é muito legal, muito bom. A gente troca até as pulseirinhas entregues pela organização do evento e vive momentos muito especiais, que deixam saudade - disse.

Já no fim da temporada, Duda terá duas semanas de férias até o início da preparação para os campeonatos de 2016. Entre as competições, estão os Mundiais adulto, sub-19 e sub-21 e o Brasileiro adulto. 

Mas, o sonho da atleta passa por um ideal que todos os atletas carregam: defender o Brasil em uma Olimpíada. No Rio de Janeiro, em 2016, Larissa/Talita e Ágatha/Bárbara Seixas foram as escolhidas, mas, em Tóquio (JAP), em 2020, a jovem terá 22 anos. Logo, seu sonho vai um pouco além, até o Japão.

- Nos Jogos do Rio de Janeiro, vou torcer muito, ver pela televisão, desejando que o Brasil chegue às finais. Participar de uma edição dos Jogos é um sonho, uma meta, que fica para Tóquio 2020, eu espero - completou Duda.

Os torneios feminino e masculino de voleibol, basquete, futsal e handebol dos Jogos Escolares da Juventude 2015 seguem até este sábado. As partidas acontecem em 16 ginásios na cidade-sede de Londrina e em Cambé e Ibiporã, municípios paranaenses.