Luis Fernando Coutinho
08/08/2016
19:12
Rio de Janeiro (RJ)

Hugo Calderano fez história no tênis de mesa para o Brasil. Um dia depois de alcançar a marca de Hugo Hoyama e se garantir nas oitavas de final da Rio-2016, igualando a marca obtida pelo ídolo em Atlanta-1996, o carioca enfrentou o japonês Jun Mizutani, perdeu, mas ainda assim levou o tênis de mesa a um lugar, no mínimo surpreendente.

Número 54 do mundo, Hugo enfrentou o sexto colocado no ranking mundial e fez jogo duro. Depois de perder os dois primeiros sets, o atleta tupiniquim empatou a partida, levantou o público do pavilhão três, no Riocentro, esteve perto de levar o jogo para o sétimo set, mas a experiência do rival falou mais alto. 


Apesar do resultado, Calderano se mostrou satisfeito com a realização de chegar tão longe e ver a empolgação barulhenta da torcida brasileira com uma partida de tênis de mesa. Mesmo para um jovem de 20 anos a cena foi incomum e gloriosa. Apesar da derrota,Hugo garantiu que suas lágrimas ao fim do jogo foram de felicidade.

- É muita emoção disputar essa Olimpíada aqui no Brasil, no Rio. Acho que se eu ganhasse também iria chorar. Todo mundo estava torcendo muito, o tênis de mesa não é um esporte popular. Foi um momento muito importante pra mim - explicou, logo após o jogo.

Antes do duelo com Jun Mizutani, o carioca venceu o atleta de Peng Tang, o cubano Andy Pereira na primeira rodada, além de bater o sueco Par Gerell.

O jogo

1º set
Apesar do barulho feito pela torcida, Calderano mostrou foco total. Mas ainda assim precisou de tempo para pegar o tempo da bola, pontuou mais no erro do adversário e acabou errando muito, perdendo o primeiro set por 11 a 5.

2º set
Apesar do início melhor, Hugo não manteve o ritmo e errou muito. Mizutano trabalhou com sua experiência e venceu a etapa por 11 a 6. Torcida se inflamou a favor do brasileiro como demonstração de apoio e até vaiou o japonês.

3º set
​Melhor no jogo, Hugo teve mais paciência e soube forçar o erro do rival. Empurrado pela torcida, o brasileiro venceu o set por 13 a 11 e se mostrou vivo no confronto.

4º set
Mais firme no jogo, Calderano apostou nos ataques de fundo para vencer a quarta etapa por 11 a 8. A vitória fez o público ir à loucura. O brasileiro se destacou por começar a vibrar mais a cada ponto, diferente do início do jogo.

5º set
Na quinta etapa, Hugo demorou para entrar no jogo. Mizutano chegou a abrir cinco pontos a zero, Hugo reagiu, diminuiu a diferença, mas acabou perdendo o set por 11 a 8.

6º set
​O último set começou disputado, com ambos os jogadores pontuando alternadamente.

--
Luis Fernando Coutinho
Diário Lance!
(21) 9 9686-9227
luiscoutinho@lancenet.com.br