Daniel Dias (foto:Divulgação)

Daniel Dias fechou a Paralimpíada de Londres (ING), em 2012, com seis medalhas de ouro (Foto: Divulgação)

LANCE!
15/02/2016
16:36
São Paulo (SP)

A natação brasileira irá em peso para a disputa dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, que acontecem entre 7 e 18 de setembro. Após o fechamento do prazo para obtenção de índices, no último dia de janeiro, 32 atletas irão representar o país na Paralimpíada.

Este será o maior número de nadadores já enviados pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) a uma edição do evento, sendo que a lista final será divulgada apenas depois do dia 14 de julho, data-limite para obtenção das marcas classificatórias estabelecidas pela entidade nacional.

Em Londres (ING), em 2012, 20 nadadores do país participaram da Paralimpíada britânica, conquistando 14 medalhas (nove de ouro, quatro de prata e uma de bronze). A maior delegação já enviada pelo Brasil a uma disputa paralímpica foi em Pequim (CHN), em 2008, com 24 competidores.

- Superamos o recorde de 24 vagas conquistadas, que vinha desde Pequim. E, o mais importante, essas vagas foram conquistadas dentro d'água, graças à colocação dos nossos atletas no ranking mundial, e não porque somos o país-sede dos Jogos Paralímpicos. As 32 vagas são o fruto do desenvolvimento da natação paralímpica brasileira - afirmou o diretor-técnico do CPB, Edilson Alves da Rocha, o Tubiba.

O CPB trabalha com índices próprios, mais fortes do que os do Comitê Internacional. A próxima, e principal, oportunidade de obtenção de marcas para os Jogos ocorrerá no Open Caixa Internacional de Natação, entre os dias 22 e 24 de maio, no Centro Aquático do Parque Olímpico da Barra (RJ).

- Estamos muito orgulhosos pelo número de vagas que alcançamos graças aos bons resultados dos nossos nadadores. Agora vamos trabalhar para ter todos os nossos atletas disputando finais no Rio - disse o técnico-chefe da natação paralímpica brasileira, Leonardo Tomasello.