Rio 2016 - Handebol - Brasil x Espanha

Brasileiras tiveram dificuldades para superar a marcação das espanholas (Foto: AFP/FRANCK FIFE)

Fábio Suzuki 
10/08/2016
11:08
Rio de Janeiro (RJ)

O técnico da Seleção Brasileira feminina de handebol, Morten Soubak, havia afirmado que a competição nos Jogos Rio-2016 é longa e que a equipe precisava manter o foco pois não havia ganho nada após as duas primeiras vitórias no torneio. Apesar da afirmação do treinador ter ocorrido após um resultado positivo, o aviso também serve para as meninas do Brasil esquecerem a derrota para a Espanha por 29 a 24 nesta quarta-feira, na Arena do Futuro.

Mas para chegar ao pódio na disputadíssima modalidade, que tem oito equipes brigando de igual por uma medalha, segundo o próprio Morten apontou antes do torneio, o time brasileiro precisará levar o jogo contra a Espanha como um aprendizado e evitar nas próximas partidas as seguidas falhas que ocorreram contra as espanholas, principalmente no ataque.

Em todo o jogo, a Seleção Brasileira aproveitou apenas 51% dos 47 ataques realizados, o pior desempenho até agora na competição.
Os destaque do Brasil foram as pontas Fernanda França e Alexandra Nascimento, que marcaram, respectivamente, 7 e 6 gols na partida. Por outro lado, a central Ana Paula, que havia marcado 18 gols nas duas primeiras partidas da Seleção nos Jogos Rio-2016, errou muito nas finalizações e balançou as redes apenas uma vez.

O tempo chuvoso no Rio de Janeiro e a partida abrindo a rodada ocorrendo na parte da manhã deixaram a torcida brasileira mais fria que nos outros jogos. O apoio ocorreu, mas o local não se transformou no caldeirão que foi visto principalmente na vitória sobre as Romênia, na última segunda-feira.

No final, o Brasil chegou a encostar no placar ficando com apenas um gol de diferença para as espanholas faltando cinco minutos para o fim do jogo. Mas a virada não veio e a Seleção Brasileira feminina de handebol teve sua primeira derrota no torneio.