Bernardo Cruz
12/08/2016
21:22
Rio de Janeiro (RJ)

A Seleção Brasileira masculina de polo aquático conheceu nesta sexta-feira sua primeira derrota nos Jogos Olímpicos. "Relaxados" pela classificação antecipada e triunfo histórico diante da Sérvia, os brasileiros acabaram dominados pela Grécia, que venceu com facilidade por 9 a 4, em duelo válido pela quarta rodada do Grupo A da competição.


O Brasil fez uma partida regular. Realizou uma defesa sólida e teve desempenho satisfatório na parte ofensiva. Contudo, a Grécia, que precisava da vitória para definir seu destino nos Jogos, entrou com mais vontade e soube fazer um grande jogo defensivo, além de aproveitar melhor os arremessos, sobretudo quando tinha um homem a mais.

Após a partida, o capitão Felipe Perrone reconheceu que o time brasileiro não entrou com o mesmo grau de concentração em comparação aos três primeiros duelos dos Jogos Olímpicos.

- Por mais que a gente tenha conversado, relaxamos. É até algo natural. E perdemos em uma partida que era possível acontecer sem nenhum tipo de dano. Mas acho que temos um caminho pela frente, estamos nas quartas de final e agora vamos fazer os ajustes necessários - afirmou.

Com o resultado, o Brasil agora está em segundo com seis pontos, junto com a Grécia, que assumiu a ponta pelo critério de desempate (confronto direto). Na última rodada do Grupo A, a Seleção enfrenta a Hungria, que atualmente possui cinco pontos. A partida será disputada no Estádio Aquático, local onde aconteceu as provas de natação e agora vai abrigar o polo aquático.

- Acho que vai ser um bom teste para a gente se adaptar ao local. É um espaço maior, apesar que aqui no Maria Lenk as condições, sobretudo de iluminação, é muito bom  - declarou Felipe.