Evgeny Tishchenko foi campeão mundial universitário em 2013 na categoria até 90 kg

Foto: Divulgação

LANCE!
04/08/2016
09:18
São Paulo (SP)

A Aiba ( Associação Internacional de Boxe) liberou nesta manhã a participação dos atletas russos nos Jogos Olímpicos do Rio. Sendo assim, os 11 lutadores (nove homens e duas mulheres) com índice olímpico que compõe a delegação do país europeu devem chegar ao Brasil nos próximos dias.

“A Aiba analisou individualmente o registro anti-doping de cada um dos 11 pugilistas russos qualificados para a Rio-2016 e solicitou a recomendação do COI sobre a elegibilidade de todos. Os atletas estão aptos para competir”, declarou a associação através de uma nota oficial publicada em seu site nesta manhã.

Potência olímpica no boxe, a Rússia foi o país que mais ganhou medalhas neste esporte na última edição dos Jogos em Londres-2012. Ao todo, os europeus estiveram presentes em seis pódios, com uma medalha de ouro, duas de prata e outras três de bronze.

Situação

O impasse sobre a situação do esporte começou em novembro do ano passado, quando o escândalo de doping acobertado, inclusive, por membros do governo foi descoberto. Desde lá, a Iaaf (Associação Internacional das Federações de Atletismo) excluiu todos os atletas daquele país dos Jogos.


Desde então, o COI solicitou às federações internacionais que analisassem individualmente a situação de cada atleta russo com índice olímpico e tomasse a decisão de baní-los, ou não. Em carta aberta, a Wada (Agência Mundial Antidoping) reprovou a decisão e pediu banimento total ao país na Olimpíada. 

Em movimento parecido ao da Iaaf, a Federação Internacional de Levantamento de Peso excluiu toda a delegação do país europeu. Já a Fina (Federação Internacional de Natação) barrou a vinda de sete esportistas, enquanto a Federação Internacional de Remo proibiu 22 dos 28 atletas do país de desembarcarem no Rio de Janeiro e competirem no evento.