Bernardo Cruz
06/08/2016
20:25
Rio de Janeiro (RJ)

O técnico da Seleção Brasileira de basquete feminino, Antônio Carlos Barbosa, mostrou estar satisfeito com boa parte do desempenho de sua esquipe na estreia dos Jogos Olímpicos neste sábado. O comandante brasileiro elenco que gostou da personalidade de suas jogadoras diante de um adversário que deverá brigar por medalhas na modalidade.

- A equipe defendeu bem e jogou com personalidade. Os erros fazem parte, mas tivemos personalidade mesmo com a nossa instabilidade em quadra, sobretudo no segundo tempo. Foi um início bom, porque já jogamos contra uma grande equipe e por isso pedi para ser a estreia contra a Austrália. A diferença de 18 pontos  não reflete o que foi o jogo. Isso é um alento para enfrentar as outras equipes com uma situação de igualdade. 

Barbosa, no entanto, lamentou os erros cometidos pelo Brasil, sobretudo no quarto período. Na visão do treinador, eles acabaram parte dos motivos que levaram a derrota na estreia:

- A equipe perdeu um pouco por parte dos seus erros, mas muito mais na virtude do adversário. Jogamos contra uma equipe que possui um calendário cheio, e nós infelizmente fizemos uma preparação baseada em treinos. Isso não dá um equilíbrio técnico ou emocional. E em um duelo contra a Austrália onde você não consegue manter um padrão isso é fatal - afirmou.

O técnico da Seleção Brasileira vê que a equipe ganhou confiança para a sequência do torneio e na busca pela classificação para as quartas de final.

- A derrota era esperada. A minha preocupação era elas terem um resultado catastrófica, porque detona o grupo e fica difícil recuperar. Perdemos para um time que é melhor. A Iziane ficou 15 dias sem treinar e foi uma leoa. Isso serviu como preparação para os jogos onde existe condição maior de vencer - disse.

O Brasil folga neste domingo e atua apenas na segunda-feira, às 17h30, novamente na Arena da Juventude, em Deodoro, quando encara o Japão.